Vitória vence Operário e afasta de vez risco de rebaixamento

Por outro lado, Criciúma empata em casa e praticamente definiu queda para terceira divisão

Rogério Vidmantas

A Série B do Campeonato Brasileiro entrou na 37ª e penúltima rodada com dois jogos nesta terça-feira (19) com foco na briga contra o rebaixamento. Nesta, quem se deu melhor foi o Vitória-BA que venceu o Operário-PR, fora de casa, por 2 a 1 e afastou de vez o perigo de queda. Na outra partida, o Criciúma-SC, em casa, empatou com o Paraná Clube-PR em 1 a 1 e pode ter a queda para a Série C confirmada na sequência da rodada.

Ponta Grossa

No Estádio Germano Krüger, enquanto o Operário cumpria tabela, o Vitória jogou para se livrar de vez da degola. Oportunista, o Rubro-Negro abriu o marcador aos 22 minutos. Wesley deu belo passe para Léo Gomes, que invadiu a área e soltou o pé para boa defesa de André Luiz. O próprio volante pegou o rebote, mas carimbou a trave. A sobra mais uma vez ficou com o jogador do Leão, que na terceira tentativa fez 1 a 0. Atrás no placar, o Fantasma assustou com Allan Vieira e Lucas Batatinha. Até que, já na marca dos 45, Allan fez o cruzamento para área, a bola desviou no meio do caminho e foi morrer no fundo do gol e empatar.

Empolgado com o gol no final do primeiro tempo, o Operário foi com tudo para etapa complementar e teve boas chances para virar o jogo com Schumacher, Marcelo, Maílton e Alisson, mas Martín Rodríguez em noite inspirada salvou o Vitória. E foram os visitantes que voltaram a marcar. No último lance do jogo, Thiago Carleto cobrou falta com perfeição para garantir o triunfo rubro-negro por 2 a 1.

O resultado deu fim a qualquer chance de rebaixamento do Vitória, que chegou aos 45 pontos e pulou momentaneamente para a 11ª posição. Já o Operário é o nono colocado, com 49 pontos.

Criciúma

No Heriberto Hülse, o jogo era de vida ou morte para o Criciúma, mas quem marcou primeiro foi o Paraná Clube. Aos 33 minutos, Guilherme Santos saiu em velocidade e finalizou bonito sem dar chances para o goleiro, fazendo 1 a 0. Na volta do intervalo, correndo atrás do prejuízo,o Tigre foi para cima. Demorou, mas o empate veio. Já aos 40 minutos, Léo Gamalho aproveitou um bate-rebate dentro da área e fechou o placar em 1 a 1.

Com o resultado, o Criciúma chegou aos 36 pontos, se mantém na 18ª posição e vai precisar torcer contra Londrina e Figueirense para seguir com chances de se salvar na última rodada. Já o Paraná ocupa a sexta colocação, com 55 pontos e não pode mais alcançar os time do G4.