Procon divulga nova pesquisa do preço do combustível em Dourados

Conforme levantamento, gasolina comum teve alta de 3,96% nos postos de revenda da cidade

 

A Prefeitura de Dourados, por intermédio do setor de fiscalização e pesquisa do Procon, efetuou nesta sexta-feira, 14, nova pesquisa de preços do combustível. Foram visitados 39 estabelecimentos na cidade e distritos e foram pesquisados etanol, diesel comum e S10 e gasolina comum e aditivada.

O menor preço encontrado na gasolina comum foi de R$ 4,400; na gasolina aditivada R$ 4,400; diesel comum, R$ 3,550; diesel S10, R$ 3,650; e etanol, R$ 3,440.

A diferença entre o menor preço encontrado na gasolina comum (R$ 4,400) e o maior preço (R$ 4,859) foi de 10,43%. A diferença entre o menor preço encontrado na gasolina aditivada (R$ 4,400) e o maior preço (R$ 5,039) foi de 14,52%. Já a diferença entre o menor preço encontrado no etanol (R$ 3,440) e o maior preço (R$ 3,899) foi de 13,34%; enquanto que a diferença entre o menor preço encontrado no diesel comum (R$ 3,550) e o maior preço (R$ 4,00) foi de 12,67% e a diferença entre o menor preço encontrado na diesel S10 (R$ 3,650) e o maior preço (R$ 4,099) foi de 12,30%.

Na pesquisa anterior, realizada em 13 de janeiro de 2020, o preço médio da gasolina comum em Dourados era de R$ 4,485 e nesta pesquisa (14/02) o preço médio da gasolina é de R$ 4,663. Houve aumento de 3,96%.

O diretor do Procon, Antônio Marcos Marques, lembra que os consumidores poderão exigir a análise do combustível para descobrir o teor de álcool presente na gasolina, teste esse que será feito pelo próprio funcionário do posto de combustível na frente do consumidor.

Para esclarecer qualquer dúvida ou reclamação, os telefones do Procon são o 151 ou 3411-7754.