Banner São Bento

Paulo Guedes retorna ao Brasil em meio à discussão sobre intervenção na Petrobras

compartilhe:

O ministro da Economia, Paulo Guedes, deve chegar ao Brasil nesta segunda-feira, depois de uma semana de agenda cheia nos EUA, onde participou da reunião de primavera do Fundo Monetário Internacional e Banco Mundial. Desde a última terça-feira, os compromissos do ministros incluíram reuniões com ministro e presidente de bancos centrais do G20 e dos BRICs, membros da OCDE, reuniões bilaterais com representantes da União Europeia, Argentina, China e da Suíça. Guedes também conversou com investidores internacionais.

Logo pela manhã, ele se reúne com o ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni e às 16h com o presidente Jair Bolsonaro, no Palácio do Planalto. As demandas dos caminhoneiros por melhores condições de trabalho devem estar na pauta.

No meio da viagem internacional, Paulo Guedes precisou lidar com as notícias de que o presidente Jair Bolsonaro tinha feito, na sexta-feira, uma intervenção na Petrobras para impedir o reajuste do preço do diesel. O próprio presidente confirmou o ocorrido, durante viagem à Macapá. Ele confirmou ter ligado para o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, por ter se surpreendido com o aumento de 5,47% no preço do combustível.

O ministro, no entanto, admitiu a má impressão que a decisão de Bolsonaro causou ao mercado financeiro. “Evidente que aparentemente já houve um efeito ruim lá fora, então eu estou preferindo trabalhar nos fronts onde eu consigo construir alguma coisa, assim que eu chegar lá, vou me informar e falar sobre isso”, completou o ministro.  Na sexta-feira, o Ibovespa registrou queda de 1,98%.

Neste domingo, antes de embarcar de volta para o Brasil, Guedes se encontrou no café da manhã com Christine Lagarde, chefe do FMI, com ministros de finanças e presidentes de bancos centrais da América Latina, Canadá e EUA. Ele também se reuniu com o David Malpass, presidente do Banco Mundial.

Fercical
Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS