São Bento 03

Com 19 trios elétricos e dezenas de atrações, Parada LGBT reúne 3 milhões de pessoas

compartilhe:

Evento começou oficialmente às 11h30 e reúne milhares pessoas na Av. Paulista, ao som da Spice Girl Mel C e das cantoras Iza, Karol Conká, Alinne Rosa, Luisa Sonza e Gloria Groove.

Por Marina Pinhoni e Gessyca Rocha (G1)

A 23ª edição da Parada LGBT começou oficialmente às 11h30 deste domingo (23). A festa tem 19 trios elétricos e recebe a Spice Girl Mel C,e as cantoras Iza, Karol Conká, Alinne Rosa, Luisa Sonza e Gloria Groove.

Principal atração internacional da Parada, a cantora inglesa Mel C subiu ao trio elétrico às 14h40 e encantou o público. “Estou muito feliz de estar de volta a São Paulo, um lugar que sempre foi generoso comigo”, disse Mel C.

O trajeto, no Centro da cidade de São Paulo, começa na Avenida Paulista passa pela Rua da Consolação e termina no Vale do Anhangabaú.

Durante a abertura do evento, o público gritou frases contra o presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Os organizadores estimam que 3 milhões de pessoas participam do evento. A concentração começou às 10h em frente ao Museu de Arte de São Paulo (MASP) e o primeiro trio saiu por volta das 12h. A previsão é que o último trio chegue na Rua da Consolação às 18h (horários de Brasília).

FAMÍLIAS

O coletivo periférico LGBT “família stronger”, que luta contra a LGBTfobia, chegou cedo para garantir o lugar e curtir a apresentação de Glória Groove, uma das principais do evento.

Juliana Silva, de 34 anos, veio com as filhas Rubia, de 6 anos, e Kiara, de 3 anos. “É importante mostrar desde cedo que o amor é normal. Essa é uma festa de cultura. Depois quando as duas forem adultas, elas poderão seguir o caminho que quiserem”, afirma.

Juliana Silva, de 34 anos, veio com as filhas Rubia, de 6 anos, e Kiara, de 3 anos. — Foto: Celso Tavares/G1
Juliana Silva, de 34 anos, veio com as filhas Rubia, de 6 anos, e Kiara, de 3 anos. — Foto: Celso Tavares/G1

Ricardo Reis, de 31 anos e Leandro Vieira, de 34, vieram com os três filhos para a a parada: Fernanda, de 13, Gabriel, de 7, e Lorenzo, que tem apenas três meses. “Estar aqui é um marco importante para levantar a bandeira de que nossa família existe”, diz Ricardo. Eles estão juntos há 14 anos e adotaram Fernanda e Gabriel há 5. O pequeno Lorenzo participa pela primeira vez da festa.

Família durante a 23ª Parada LGBT em São Paulo. — Foto: Foto: Celso Tavares/G1
Família durante a 23ª Parada LGBT em São Paulo. — Foto: Foto: Celso Tavares/G1
Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS