• Início
  • Notícias
  • De virada, Cruzeiro vence Vasco no jogo de campeões brasileiros na Série B

Matheus Barbosa marcou os dois gols da virada da Raposa no Mineirão

De virada, Cruzeiro vence Vasco no jogo de campeões brasileiros na Série B

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Alessandra Torres/AGIF/CBF
Morato colocou os cariocas na frente, mas Matheus Barbosa tratou de mudar o jogo em BH
 
O Cruzeiro conquistou nesta quinta-feira (24) a segunda vitória na Série B do Campeonato Brasileiro. Pela sexta rodada, de virada, a Raposa bateu o Vasco da Gama por 2 a 1 em Belo Horizonte. Morato abriu o placar para o Cruzmaltino; Matheus Barbosa fez os dois da equipe de Belo Horizonte (veja abaixo). Com o resultado, o Cruzeiro sobe para a 11ª posição da tabela, somando seis pontos. Com a mesma pontuação, mas superior no critério de desempate, o Vasco está logo à frente, em 10º.
 
O jogo
 
A partida começou quente no Mineirão, com o Cruzmaltino abrindo o placar logo aos oito minutos de jogo. Após bate e rebate na área da Raposa, Morato chutou, a bola desviou em Ramon e tirou as chances de defesa do goleiro Fábio. Só que o Cruzeiro não demorou para igualar. Na marca dos 14, depois de escanteio na área vascaína, Sóbis desviou na primeira trave, Matheus Barbosa fechou na segunda e completou para as redes e empatou o jogo.
 
A virada celeste não tardou. Felipe Augusto cruzou, Matheus Barbosa apareceu livre na entrada da área, ajeitou o corpo e, de primeira, soltou o pé no ângulo do goleiro Lucão e virou para 2 a 1. Depois, aos 35, as duas equipes perderam um jogador cada. Paulo, pelo Cruzeiro, e Bruno Gomes, pelo Vasco, receberam o cartão vermelho após se estranharem em campo.
 
Partindo para cima, o Vasco quase empatou antes do intervalo. Primeiro, aos 42, quando Cano soltou a bomba e tirou tinta da trave. Depois foi a vez do garoto Riquelme arriscar de longe, mas Fábio estava atento e defendeu. O duelo passou a ficar um pouco mais pegado na etapa inicial. Todavia, o time carioca se lançava mais ao ataque. Na marca dos 28, Juninho arriscou de longe, mas Fábio defendeu outra vez.
 
Ficando mais com a bola, o Cruzmaltino pressionou até os últimos minutos no Mineirão. Aos 45, após cobrança de escanteio, Cano dominou na pequena área, girou e chutou tirando tinta da trave de Fábio. Mas a defesa do time celeste segurou a onda e garantiu a vitória em casa.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados