• Início
  • Notícias
  • Atlético empata com Chapecoense e fica fora do G4 no Brasileirão

Galo foi melhor no primeiro tempo, abriu o placar, mas permitiu a igualdade da Chape no segundo

Atlético empata com Chapecoense e fica fora do G4 no Brasileirão

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Fernando Moreno/AGIF/CBF
Tchê Tchê no primeiro tempo e Ravanelli cobrando pênalti no segundo marcaram os gols do jogo
 
O Atlético-MG perdeu a chance de dividir a liderança do Campeonato Brasileiro. Pela quinta rodada, nesta segunda-feira (21), o Galo recebeu a Chapecoense-CE em Belo Horizonte e ficou no 1 a 1. Tchê Tchê marcou para o time da casa no primeiro tempo, enquanto Ravanelli balançou as redes para a equipe catarinense na etapa complementar (veja abaixo).
 
Com o resultado, o Galo ocupa o quinto lugar na tabela de classificação, com dez pontos, dois a menos que o líder Athletico-PR. A Chape, com três, subiu para a 16ª posição.
 
O jogo
 
A etapa inicial da partida no Mineirão foi movimentada e equilibrada. A Chapecoense começou levando perigo logo no primeiro minuto, quando Fernandinho recebeu sozinho na frente de Everson, tentou o drible, mas viu o goleiro ficar com a bola. O Galo respondeu em chute forte de Hulk, que passou por cima da meta de João Paulo. Outra boa chance dos donos da casa foi aos 19, quando Hyoran tabelou com Hulk e finalizou muito perto do gol adversário. A Chape também seguiu no ataque e, aos 22, também chegou perto no chute de primeira de Anselmo Ramon, que saiu por cima.
 
Com o jogo lá e cá, o Atlético abriu o placar dois minutos depois. Hyoran recebeu pela direita e rolou da entrada da área para o meio, onde Tchê Tchê chegou para finalizar com força para fazer 1 a 0. Antes da saída para o intervalo, Anselmo Ramon e Matheus Ribeiro ainda tiveram chances de empatar para a Chape. E, pelo lado do Galo, Hulk acertou o travessão e quase ampliou.
 
O Galo começou o segundo tempo em busca de mais um gol. No primeiro lance, Hulk mandou uma bomba para boa defesa de João Paulo. Depois, o camisa 7 levou perigo de novo ao acertar a rede pelo lado de fora. A Chapecoense passou a equilibrar as ações e quase empatou com Fernandinho, que acertou a trave aos 23. E, na marca dos 34, Ravanelli cobrou pênalti no canto direito do goleiro Everson e deixou tudo igual no confronto, fechando em 1 a 1.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados