Queda de cabelo no Outono e Inverno

Por que o cabelo cai mais no Outono e Inverno? Especialista em cabelos e doenças do couro cabeludo, o médico dermatologista Breno Marques explica.
 
Um problema comum no outono e inverno é a queda de cabelo que é mais intensa no Outono, mas no inverno pode ser prejudicial por conta da água quente no couro cabeludo explica o médico Breno Marques, dermatologista e especialista em transplante de cabelo (FUE) e em doenças do couro cabeludo, Membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia.
 
 
O Outono é a época que mais cai o cabelo?
 
Sim, Outono é a época que mais cai cabelo, pois é a estação subsequente ao verão. Então principalmente nas cidades ou países que têm essa variação do dia ou da noite mais definido. No Brasil, nós temos sim o Sul do Brasil, onde o verão o dia fica bem mais longo, então as pessoas costumam dormir menos e aí por conta disso tem uma alteração no sono vigília.
 
A queda ocorre no Outono, pois é o período da fase Telógena que dura de dois a três meses, entra no período do verão e caem no inverno, no caso dois ou três meses depois.
 
A estação do ano que mais afeta a saúde do couro cabeludo é o inverno?
 
A estação do ano que mais afeta o couro cabeludo é o inverno, pois as pessoas tomam banho com água mais quente causando aumento de oleosidade, descamação e caspa que pode causar queda. A orientação é tomar banho com água morna, evitar água quente.
 
Como manter os fios fortes e cheios de vida nessa época?
 
Utilizar shampoo adequado para cada tipo de cabelo. O couro cabeludo oleoso precisa de um shampoo para tirar a oleosidade do cabelo, o cabelo seco precisa de outro tipo. Manter a saúde dos fios e do couro cabeludo principalmente as mulheres que fazem químicas, que têm coloração e alisamento. Elas precisam ter um shampoo especial para hidratação que é  a reposição de água , proteína e de lipídios do cabelo e quem tem queda ou calvície para fortificar o cabelo deve procurar o dermatologista para começar um tratamento .
 
Quais os outros fatores que podem agravar a queda de cabelo?
 
Nós falamos da quantidade de horas que se dorme que se dormir menos e alterar o sono vigília, o stress pode causar queda também, a água quente pode provocar descamação e caspa pode dar queda também. A perda de peso muito rápido é outro fator que pode favorecer a queda, mais que 10% em um ou dois meses, isso por deficiência por deficiência de vitaminas, minerais e até de aporte calórico.
 
Cirurgias com anestesias gerais, principalmente as mais demoradas acima de 4 a 6 horas, alguns medicamentos como anticoagulantes, anticonvulsivantes, pós-parto, suspensão de anticoncepcionais, algumas doenças como problemas na tireoide, lúpus, sífilis e deficiências vitaminas como zinco, ferro, vitamina D, e vitaminas do complexo B.
 
O médico Breno Marques, dermatologista e especialista em transplante de cabelo e em doenças do couro cabeludo, recomenda buscar um especialista para que o médico possa diagnosticar o tipo de queda por meio de exames, conversa com paciente para saber o histórico genético do paciente e testes laborais.
 
Depois disso o médico saberá o melhor tratamento a seguir. Há vários tratamentos como MMP que é a microfusão de medicamentos na pele, laser, cremes, remédios orais, led entre outros. Só o especialista saberá o melhor tratamento.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados