• Início
  • Notícias
  • Brasil vence Equador, mantém 100% e liderança tranquila nas Eliminatórias

Jogadores comemoram gol de Richarlison (7) com técnico Tite

Brasil vence Equador, mantém 100% e liderança tranquila nas Eliminatórias

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Lucas Figueiredo/CBF
Richarlison e Neymar marcaram os gols na vitória por 2 a 0 e jogadores desconversam sobre Copa América
 
Segue a campanha invicta e perfeita da Seleção Brasileira nas Eliminatórias Sul-Americanas para Copa do Mundo 2022. Em Porto Alegre, nesta sexta-feira (4), o Brasil recebeu o Equador e venceu por 2 a 0, gols de Richarlison e Neymar, ambos no segundo tempo. Após a partida, o capitão Casemiro evitou falar sobre a Copa América. “Todos já sabem nosso posicionamento”, desconversou.
 
Agora, cada seleção tem cinco jogos – as rodadas cinco e seis foram adiadas para o fim do ano – e o Brasil sobe para 15 pontos, quatro a mais que a Argentina, na segunda posição. O Equador permanece em terceiro com nove pontos e o Paraguai, com sete, completa o G4. O Uruguai, também com sete, é quinto colocado e na posição de repescagem.
 
O Jogo
 
Apesar da larga vantagem na posse de bola, o Brasil não aproveitou as poucas chances criadas no primeiro tempo em Porto Alegre, enquanto o goleiro Alisson foi um mero expectador. Se mantendo no campo ofensivo, a Seleção assustou principalmente pelo lado direito em cruzamentos de Danilo. Outra opção brasileira foi a bola parada. Em uma das boas oportunidades da Seleção, Neymar, aos 20 minutos, cobrou falta na área e Richarlison por centímetros não conseguiu empurrar para o fundo da meta adversária. 
 
Dois minutos depois, Gabi também aparecendo pela direita, tentou o chute cruzado, mas parou no goleiro Domínguez. Na sequência, o camisa 21 do Brasil teve nova chance e chegou a balançar as redes, após cruzamento de Danilo, mas teve o gol anulado por impedimento, aos 41. E, já aos 43, Neymar criou uma última oportunidade antes do intervalo em arremate de fora da área e novamente o arqueiro equatoriano fez a defesa. 
 
No segundo tempo, a Seleção Brasileira manteve o controle do jogo e acelerou no ataque. Com uma postura mais agressiva, veio o gol. Aos 19 minutos, Paquetá pressionou na marcação, Neymar recuperou a bola perto da área equatoriana e tocou para Richarlison na esquerda, que dominou e bateu forte para abrir o placar no Beira-Rio. Na comemoração, o atacante atravessou o campo para abraçar o técnico Tite. 
 
Gabigol teve a chance de marcar aos 26, quando recebeu já dentro da área e bateu colocado rente à meta adversária. E, aos 29, o atacante apareceu de novo, depois de jogada bem trabalhada pela Canarinho, mas testou para fora. O segundo gol saiu no fim do jogo, após pênalti em Gabriel Jesus marcado com o auxílio do árbitro de vídeo. Na cobrança, Neymar pegou mal na bola e o goleiro Dominguez defendeu. O VAR mais uma vez entrou em ação e acusão movimento irregular do goleiro, que se adiantou. A cobrança foi repetida e, desta vez, o camisa 10 deslocou o goleiro, fechando o placar em 2 a 0. 
 
 
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados