Luiza Brunet revela que não gosta de sexo casual

Empresária e ex-modelo falou sobre vida sexual e carreira em entrevista para jornalista
 
Em entrevista para o #Provoca, programa do jornalista Marcelo Tas, Luiza Brunet contou que não gosta de sexo casual. A empresária e ativista, que foi um símbolo sexual nos anos 90, vê o sexo como algo relativo em uma relação.
 
“Uma série de coisas envolve um casal para que tenha uma relação gostosa. Tem que ter beijo na boca, carinho e afeto. Não gosto de sexo casual, nunca tive. Apesar de ter sido um símbolo sexual, minhas relações sexuais foram poucas. Posso contar nos dedos [a quantidade de parceiros].”
 
Além disso, Luiza falou de propostas indecentes que já recebeu durante a carreira. “Também tinha o lance da mulher que posava nua, que saía na Playboy estava disponível para sexo. As propostas vinham e eu, obviamente, não achava normal e ficava bastante indignada. Hoje em dia, olho para trás e vejo que sofri muita violência moral e sexual”, disse.
 
A modelo também disse que já recusou o famoso ‘teste do sofá para conseguir trabalhos, revelando que foi assediada no meio profissional. “Fui assediada no trabalho. É difícil ser mulher no mundo, mas é mais difícil ser mulher no Brasil e se fazer respeitar. Consegui isso com atitudes”.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados