• Início
  • Notícias
  • Santos segue na briga por Libertadores com vitória em clássico

Soteldo entrou no segundo tempo e mudou o jogo a favor do Santos

Santos segue na briga por Libertadores com vitória em clássico

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/Santos FC
Em jogo atrasado, Peixe bateu o Corinthians pela contagem mínima na Vila Belmiro
 
O Santos segue na luta para retornar à Copa Libertadores e, de quebra, tira do caminho um concorrente. Em jogo atrasado da 33ª rodada do Campeonato Brasileiro, o Peixe venceu o clássico com o Corinthians por 1 a 0, gol de Marcos Leonardo no segundo tempo (veja abaixo), e chegou aos 53 pontos, ocupando agora a oitava posição, três atrás do Grêmio, em sétimo. Já Timão é o décimo colocado, com 49, e se contenta com disputa da Copa Sul-Americana. 
 
O jogo
 
O Corinthians começou o clássico na Vila Belmiro no ataque e, logo aos dois minutos, Mateus Vital bateu da entrada da área para boa defesa de João Paulo. Na sequência, Gustavo Mosquito e Gabriel também tiveram chances. Na marca dos 12, a partida foi interrompida em função de uma queda de energia e voltou a rolar com o cronômetro marcando 28 minutos. 
 
Depois do reinício, o jogo perdeu intensidade. Aos 38, o Peixe chegou a assustar em cabeçada de Luiz Felipe, que parou nas mãos de Cássio. Mas foi só e o duelo seguiu até os 63 minutos sem outras grandes oportunidades.
 
Na volta do intervalo, o Santos colocou Soteldo em campo e a substituição surtiu efeito na equipe. Aos seis minutos, o venezuelano soltou o pé de fora da área e novamente Cássio evitou o gol. Só que três minutos depois, o camisa 10 santista arriscou mais uma, o goleiro do Timão fez a defesa parcial, mas no rebote Marinho deixou Marcos Leonardo na boa para estufar as redes e fazer 1 a 0. Atrás no placar, o Corinthians controlou a posse de bola, mas insistindo nos chutes de média distância e nas jogadas pelo alto, não conseguiu chegar ao empate. Já nos acréscimos, o Peixe teve a chance do segundo com Bruno Marques, que mandou para fora. 
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados