• Início
  • Notícias
  • Palmeiras vence Santos e conquista Libertadores após 21 anos

Palmeiras comemora seu segundo título de Libertadores e agora disputa o Mundial de Clubes

Palmeiras vence Santos e conquista Libertadores após 21 anos

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Agência Palmeiras
Breno Lopes entrou no segundo tempo para ser o herói verde na vitória por 1 a 0
 
A América do Sul está pintada de verde de novo após 21 anos. O Palmeiras conquistou neste sábado (30) seu segundo título da Copa Libertadores ao vencer o Santos na decisão em jogo único no Rio de Janeiro por 1 a 0. O gol do título saiu apenas no fim dos acréscimos do segundo tempo marcado pelo improvável Breno Lopes que havia entrado minutos antes (veja abaixo)
 
Com a vitória, além da glória eterna, o Verdão será o representante do futebol sul-americano no Mundial de Clubes da FIFA no Catar. A competição tem seu início marcado para o próximo dia 4 de fevereiro e o Palmeiras joga no dia 7, próximo domingo contra o vencedor do confronto entre Tigres-MEX e Ulsan Hyundai-COR. 
 
O Jogo
 
A partida começou bastante disputada no Maracanã, com os dois times se estudando bastante e dando poucos espaços aos adversários. O Santos tinha mais posse de bola, mas foi do Palmeiras a primeira chance de gol da partida. Aos 11 minutos, Rony recebeu na esquerda, arrancou e cruzou na área, buscando Luiz Adriano. O goleiro John espalmou e afastou o perigo. Dez minutos mais tarde, Soteldo recebeu na esquerda e cruzou rasteiro, mas Luan apareceu e salvou o Verdão. 
 
Aos 36, Raphael Veiga recuperou a bola no ataque, invadiu a área do Santos e bateu cruzado. A bola fora para fora, passando muito perto do gol do Peixe. Dois minutos depois, Felipe Jonathan cruzou e Marinho quase chegou para completar. 
 
O jogo ficou mais aberto no segundo tempo. Logo aos sete minutos, Gabriel Menino recebeu na direita, puxou para dentro e cruzou no segundo pau. Rony se esticou ao máximo e quase marcou de cabeça. Na marca dos 13, Soteldo rolou e Marinho cruzou na medida. Lucas Veríssimo apareceu bem e desviou, mas a bola foi para fora. Aos 18, Raphael Veiga arriscou de longe e acertou a parte de cima da rede. Na marca dos 31 minutos, Pituca recebeu na entrada da área, cortou para dentro e bateu para o gol. Weverton espalmou e, na sequência, a bola sobrou na entrada da área, e Felipe Jonatan, de primeira, encheu o pé. A bola passou raspando a trave de goleiro palmeirense, que, estático, só torceu para não entrar no gol. 
 
Quando parecia que o placar terminaria com o 0 a 0 e levaria a partida para a prorrogação, aos 53 minutos, Rony recebeu na intermediária pela direita, ajeitou e cruzou na área para Breno Lopes. No segundo pau, o atacante chegou de cabeça e botou a bola no canto esquerdo do goleiro John que nada pode fazer. Palmeiras 1 a 0 sem tempo de reação para o Santos e bicampeão da Libertadores.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados