• Início
  • Notícias
  • Palmeiras e Corinthians ficam no zero pela semifinal do Brasileiro

Jogo zerado na ida leva disputa aberta para a volta, na Neo Química Arena

Palmeiras e Corinthians ficam no zero pela semifinal do Brasileiro

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Agência Corinthians
Empate no Allianz Parque foi acompanhado pela técnica da Seleção, Pia Sundhage
 
Tudo igual e nada de gols no primeiro jogo semifinal do Campeonato Brasileiro Feminino entre Palmeiras e Corinthians. Em uma partida tensa no Allianz Parque e sob o olhar da técnica da Seleção Brasileira, Pia Sundhage, o clássico terminou em 0 a 0 (veja lances abaixo) e a disputa pela vaga na decisão segue igual para a partida de volta, na próxima segunda-feira (16), na Neo Química Arena. Quem vencer o segundo jogo avança para final e, em caso de novo empate, a disputa termina nos pênaltis.
 
O jogo
 
Gabi Zanotti teve a primeira boa chance do Corinthians logo aos três minutos de jogo, mas finalizou à esquerda. Durante boa parte do primeiro tempo, as corintianas buscaram rodar a posse de bola, mas esbarraram na marcação dura da equipe do Palmeiras. Com poucas oportunidades de finalizar, o Timão só voltou a assustar aos 35, em finalização de Adriana após roubada no ataque. Porém, o chute saiu à direita do gol defendido por Vivi. Desta forma, as duas equipes foram empatadas para o intervalo.
 
No segundo tempo, a postura do Corinthians mudou e os dez primeiros minutos foram de pressão. Primeiro, aos dois, em cabeceio de Vic Albuquerque, que só não entrou porque Vivi fez grande defesa. Aos seis, foi a vez de Katiuscia aproveitar o pivô de Gabi Zanotti e finalizar com perigo, mas a chance foi para fora. A primeira chegada perigosa do Palmeiras no jogo aconteceu apenas aos 17, quando Agustina desviou de cabeça em escanteio e Lelê foi buscar. 
 
O panorama da etapa inicial voltou a se apresentar no Allianz Parque, mas as corintianas novamente criaram pouco. Já aos 45, a bola finalmente entrou, mas não valeu: Juliete recebeu cruzamento na pequena área e mandou para o fundo da rede, mas a arbitragem invalidou o lance por impedimento. Desta forma, o placar ficou mesmo zerado até o fim.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados