• Início
  • Notícias
  • Flamengo se vinga do Athletico e se classifica na Copa do Brasil

Pedro comemora com Matheuzinho um dos gols no Maracanã

Flamengo se vinga do Athletico e se classifica na Copa do Brasil

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/CR Flamengo
Mengão deixou eliminação de 2019 para trás com duas vitórias, a última por 3 a 2
 
O Flamengo avançou na Copa do Brasil com gosto de vingança. Nesta quarta-feira (4), o Mengão, depois de fazer 1 a 0 na ida, voltou a vencer o Athletico-PR, agora por 3 a 2, e está na próxima fase. O artilheiro Pedro se destacou de novo e marcou duas vezes e Michel completou com Erick e Bissoli descontando (veja abaixo). O time paranaense é o atual campeão da competição e, no caminho, eliminou o Flamengo nas quartas de final. 
 
O jogo
 
Os primeiros minutos foram de bastante estudo no Maracanã, com o Flamengo no controle da posse de bola, mas finalizando pouco - o primeiro chute a gol saiu aos 14, em tentativa de Thiago Maia de fora da área defendida por Santos. Aos 23, no entanto, o placar foi inaugurado na primeira chegada incisiva do time carioca: Pedro recebeu na área, teve tempo para dominar, girar e acertar o ângulo. Três minutos depois, o Athletico teve um pênalti a seu favor invalidado após revisão da arbitragem de vídeo.
 
Porém, passado o susto, o Fla retomou as rédeas e chegou ao segundo gol aos 33 minutos, novamente com Pedro - desta vez, ele recebeu cruzamento rasteiro de Matheuzinho e tocou para a rede. Apesar da desvantagem, o Furacão tentou correr atrás e conseguiu diminuir em um lindo chute de fora da área de Erick, aos 40. Logo na sequência, Carlos Eduardo quase empatou, mas a bola subiu. A equipe da casa respondeu com Pedro, que arriscou toque por cobertura e parou em Santos.
 
O segundo tempo começou como terminou o primeiro: com duelo individual de Pedro e Santos - o goleiro do Athletico evitou o gol do atacante aos três minutos. Aos 14, o Furacão reagiu em cabeçada de Thiago Heleno, que obrigou Hugo Souza a fazer boa defesa. Aos 22, foi Carlos Eduardo quem exigiu o arqueiro do Fla. Thiago Maia chegou a ampliar para o time carioca com um belo chute de longe, mas a arbitragem anulou o lance por impedimento de Isla na origem da jogada. Só que Michael conseguiu concretizar o terceiro gol aos 38, aproveitando rebote em finalização de Bruno Henrique. Ainda houve margem para Bissoli diminuir novamente para a equipe visitante após pegar sobra de bola na grande área e encher o pé, aos 42. Porém, a reação não foi suficiente para evitar a classificação dos mandantes.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados