• Início
  • Notícias
  • Cláudio Barbosa será aclamado presidente do Comercial na próxima sexta

Cláudio Barbosa participa da administração comercialina desde 2014

Cláudio Barbosa será aclamado presidente do Comercial na próxima sexta

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Arquivo Pessoal
Diretor encabeça chapa única para comandar o clube na vaga de Válter Manginni, falecido nesta semana
 
O EC Comercial perdeu no início desta semana o presidente Válter Manginni, vítima da Covid-19. O cargo, porém, não ficará vago por muito tempo, já que o processo eleitoral no clube para escolher o seu substituto já estava em andamento e será mantido. O diretor Cláudio Barbosa será aclamado presidente pelos próximos quatro anos, tendo Marlon Brant como vice. O encontro que irá oficializar o novo comando comercialino acontece na próxima sexta-feira (9).
 
Cláudio Barbosa participa da administração do Comercial desde 2014, na gestão de Italo Milhomen e chega ao posto máximo no momento de indefinição em relação ao futuro do futebol sul-mato-grossense por causa da pandemia. Segundo a última reunião entre Federação e clubes, o Campeonato Estadual retorna no fim de novembro, mas outra reunião acontece entre 13 e 16 de outubro para retificar a decisão.
 
Em entrevista para o site Esporte MS, o futuro presidente fala com otimismo sobre a sequência da competição e em trazer o torcedor para a administração colorada. “Queremos uma diretoria transparente, coerente e que todos se sintam presidentes do Comercial. Trazer o torcedor junto com a gente nas reuniões, conhecer o dia a dia do clube, como as coisas acontecem”, disse.
 
Busca do título
 
No Campeonato Sul-Mato-Grossense, o Comercial terminou a primeira fase na quinta posição e enfrenta nas quartas de final o rival Operário FC, quarto colocado, em dois jogos, com vantagem no desempate para o Galo. O desafio logo de cara não tira a confiança do dirigente, mesmo falando em projeto “pés no chão” por causa das limitações financeiras. “Ainda não sabemos se poderemos fazer novas contratações ou utilizar apenas os atletas que estavam inscritos em março, então são n situações. Mas queremos montar um time competitivo para poder chegar a final do campeonato de 2020. Mesmo que a gente faça um sacrifício a mais, queremos lutar pelo título”, afirma
 
Em relação ao elenco que estava disputando a competição, pelo menos seis jogadores já estão atuando em outros clubes e os demais estão com contratos vencidos desde abril. A primeira missão, portanto, será remontar o elenco. “Alguns dirigentes sugeriram a contratação de apenas mais três jogadores além dos já inscritos, outros falaram em cinco e até os que querem inscrições livres. Vamos reunir a diretoria e discutir qual a melhor estratégia para o Comercial e levar para a Federação”, concluiu.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados