• Início
  • Notícias
  • Ministério Público espanhol pede prisão de Shakira por fraude fiscal

Ministério Público espanhol pede prisão de Shakira por fraude fiscal

Imagem: Reprodução/Instagran
O Ministério Público espanhol pediu nesta sexta-feira (29) uma pena de mais de oito anos para a cantora Shakira. A cantora teria cometido seis crimes contra a Fazenda Pública por suposta fraude de 14,5 milhões de euros (cerca de 90 milhões de reais na cotação atual). A informação é do jornal espanhol El Confidencial. 
 
O fisco espanhol encontrou provas que em 2012, a cantora já residia na Espanha e era obrigada a pagar impostos no país, mas ela teria escondido sua renda através de um esquema que se baseava em paraísos fiscais.
 
A cantora colombiana, segundo o Ministério Público, ficou por 242 dias na Espanha em 2012; 2012 dias em 2013 e 243 dias em 2014. Ela se ausentou exclusivamente para cumprir compromissos profissionais e de lazer: 124 dias em 2012; 153 dias em 2013 e 122 dias em 2014. É computado mais de 183 dias no território espanhol para adquirir o status de residente, diz o fisco.
 
A Justiça também entende que Shakira tinha o desejo não de pagar impostos e usou uma rede de empresas que havia sido criadas anos antes e a utilizou nos três exercícios mencionados para esconder da Agência de Administração Tributária do Estado (AEAT) e Agência Tributária da Catalunha (ATC) os rendimentos já recebidos

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados