• Início
  • Notícias
  • Ciências Contábeis: campanha orienta sobre declaração do Imposto de Renda

Acadêmicos e professores durante ação no Shopping Avenida Center

Ciências Contábeis: campanha orienta sobre declaração do Imposto de Renda

Imagem: Divulgação
Acadêmicos do curso foram ao Shopping Avenida Center para esclarecer dúvidas da comunidade
 
O curso de Ciências Contábeis da UNIGRAN realizou mais uma edição da campanha Declare Certo. A iniciativa reuniu professores e acadêmicos para orientar, gratuitamente, a comunidade sobre a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física – IRPF – no Shopping Avenida Center.
 
Conforme o coordenador do curso, Sergio Almir Wachter, além de desenvolver a consciência fiscal do cidadão, a atividade também possibilita aos acadêmicos a participação em situações reais de vida e trabalho, visando complementar a formação profissional. 
 
A acadêmica Ana Caroline Marques Liborio, do 5º Semestre de Ciências Contábeis, comentou que fazer parte da ação foi muito importante. “Através da atividade, eu pude transmitir meu conhecimento que foi adquirido em sala de aula e até mesmo ver quais pontos posso melhorar para contribuir ainda mais para a sociedade. É por meio de aulas e atividades práticas que realmente aprendemos e isso nos ajuda também a ter uma noção de como será nosso dia a dia como profissional contábil”, ressaltou.
 
Higor Sedlacek Soto, também aluno do 5º semestre, destacou que a ação possibilitou trabalhar a capacidade de atendimento à população. “É uma experiência para atendermos melhor o público, tirar as dúvidas da comunidade e aprender a fixar o conteúdo sobre Imposto de Renda”, garantiu. 
 
Sergio Almir mencionou que a declaração é um ajuste de tudo que o contribuinte recebeu durante o ano passado. “Nesta declaração é apurado se o indivíduo tem imposto a pagar ou a restituir. É necessário que a pessoa que recebeu rendimentos tributáveis no ano anterior, como salário, pró-labore, atividade rural, ganhos de capital, etc., dentro dos valores estipulados pela Receita Federal, faça essa declaração de ajuste”, explicou.
 
O coordenador citou ainda, sobre a possibilidade da destinação de parte do imposto devido para os Fundos Municipais, tanto da Criança e do Adolescente, quanto do Idoso. “Ou seja, quem tem imposto a pagar, pode escolher destinar parte desse pagamento para instituições que prestam serviços sociais em seu município. A destinação desses recursos não vai para os cofres municipais, estaduais ou federal”, enfatizou Sergio Almir.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados