• Início
  • Notícias
  • Câmara recebe lançamento do livro ‘História de Dourados: A gênese de sua fundação’

Evento na Câmara com lançamento do autor Carlos Magno Mieres Amarilha começa às 19h e é aberto ao público

Câmara recebe lançamento do livro ‘História de Dourados: A gênese de sua fundação’

Imagem: Valdenir Rodrigues/CMD
A Câmara Municipal de Dourados sedia nesta terça-feira (24) o lançamento do livro ‘História de Dourados: A gênese de sua fundação’, do autor Carlos Magno Mieres Amarilha. O evento marcado para às 19h, tem portas abertas para a população douradense. A Casa é parceira em eventos e iniciativas voltadas à preservação e valorização da história e da cultura da cidade.
 
A obra questiona e tenta trazer à luz respostas sobre como nasceu Dourados, como se deu a fundação ou a existência da cidade, quem assinou a lei que formalizou isso, a ata de fundação, quem participou da luta para Dourados se tornar um município, como, quando e onde Dourados se transformou em colônia agrícola e por quê?
 
“A história da fundação do município é uma das mais extraordinárias do Brasil contemporâneo. Logo após a Guerra do Paraguai há lutas internas, externas, peleja pelo poder político, batalha de determinado partido político, lutas realizadas por armas, embates fratricidas conhecidos por ‘revoluções’, luta contra o poder econômico do monopólio da erva mate da ‘Companhia Matte Laranjeira’. A sede, a vila, o povoado, foi denominado de ‘Patrimônio dos Dourados’ e depois, ‘Patrimônio de Dourados’’, pontua o autor.
 
Carlos Magno Mieres Amarilha, é um historiador e poeta, doutor em Educação na UCDB (Universidade Católica Dom Bosco), mestre em História pela UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados), presidente do Grupo Literário Arandu e também presidente da Comissão de Revisão Histórica de Dourados.
 
Amarilha é um profissional e pesquisador dedicado à história sul-mato-grossense, colecionando grandes trabalhos como a pesquisa ‘A Casa Paraguai de Dourados-1991-1994’, ‘Os intelectuais e o poder: História, Divisionismo e Identidade em Mato Grosso do Sul’ e ‘Poder e História: a gênese da fundação de Dourados’.
 
Além disso, também é organizador de livros como ‘Patrimônio Cultural de Mato Grosso do Sul’ (2008); ‘Mato Grosso do Sul: Poder, Memórias e Identidades’ (2010); ‘Vozes Guarany: histórias de vidas sul-mato-grossenses’ (2013); ‘Diálogos entre Dourados e Assunção - Brasil e Paraguai além da fronteira guarani’ (2017); ‘Heróis do Chão da Escola’ (2019); ‘Poemático demais’ (2001); ‘Poesia em 360 graus’ (2004); ‘Bovinoletras’ (2008); ‘Alicerce douradense’ (2010); ‘Uma prosa douradense’ (2012); ‘Poesia do pantanal, bicho, areia e cal’ (2014); ‘Asas urbanas’ (2019) e ‘O rosto da rua e as interpeles do caminho’ (2021).

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados