• Início
  • Notícias
  • Após sequela da Covid, Elizangela tem alta médica e faz fisioterapia pulmonar

Após sequela da Covid, Elizangela tem alta médica e faz fisioterapia pulmonar

Imagem: Reprodução/Globo
Elizangela, de 67 anos, já está em sua casa, em Guapimirim, no Rio de Janeiro. A atriz recebeu alta médica no fim da tarde deste domingo (23) do Hospital Municipal José Rabello de Mello, onde se internou no dia 20 de janeiro, após sequelas da Covid-19.
 
A assessoria de imprensa da Prefeitura de Guapimirim confirmou a alta dela e ainda disse que a famosa deverá fazer o uso de suporte de oxigênio temporariamente por uma semana para respirar melhor.
 
“A atriz recebeu alta médica, já está em casa, mas ainda realiza uso de suporte de oxigênio. Vai precisar por uma semana“, declarou nota da assessoria.
 
Mais cedo, ao G1, o empresário de Elizangela, Lauro Santanna, chegou a afirmar que ela estava apresentando bons indicadores de saúde, como o de saturação. Ele também havia comentado que ela se comunica, se alimenta bem e já faz fisioterapia pulmonar, que são exercícios que ajudam a expandir a capacidade do órgão.
 
 
“Desde o sábado (22), ela foi liberada para fazer pequenos exercícios que não comprometam muito, porque ela ainda fica muito cansada, mas está muito bem, se recuperando cada vez mais“, comentou ele.
 
 
O empresário da famosa ainda ressaltou que a gravidade do estado da artista tenha se dado por causa dos problemas respiratórios prévios que ela possui. “Como ela já foi internada sem Covid, acredito que o organismo dela tenha sofrido mais por causa desse histórico dela“, declarou Lauro.
 
Internação de Elizangela
A atriz foi internada às pressas na última quinta-feira (20), em Guapimirim, no Rio de Janeiro. A famosa entrou na unidade médica em estado grave com sequelas respiratórias da Covid-19.
 
A prefeitura da cidade informou ao G1 que a veterana chegou passando muito mal ao Hospital Municipal José Rabello de Mello e quase teve que ser intubada. Na sexta-feira (21), a famosa encontrava-se estabilizada, no CTI.
 
A Prefeitura de Guapimirim disparou que ela não tomou nenhuma das doses dos imunizantes. Ela ainda disse que a atriz já tinha ido ao hospital na semana passada após se sentir mal. Na ocasião, ela foi atendida, medicada e teve alta.
 
Post contra a vacinação
No fim de 2020, quando o mundo começava a vacinação contra a Covid-19, a famosa reagiu em sua rede social contra a vacinação obrigatória e mencionou que a “penetração forçada é estupro”.
 
Ela compartilhou a imagem do momento em que a vacina é injetada em uma pessoa com a seguinte frase: “Penetração forçada sem consentimento… É estupro“. Na legenda, a famosa escreveu a frase “meu corpo, minhas regras“.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados