• Início
  • Notícias
  • Entidades pedem apoio da ALEMS para implantação de curso de Veterinária

Entidades pedem apoio da ALEMS para implantação de curso de Veterinária

Por Fernanda Kintschner e Heloíse Gimenes
ALEMS
Imagem: Luciana Nassar
Os deputados estaduais foram convidados a somarem apoio a diversas entidades que assinam mais de 30 ofícios com o pleito da criação do curso de Medicina Veterinária na Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), no campus de Aquidauana. O pedido foi feito por vereadores da cidade e também de Anastácio, presentes em reunião na Presidência da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul (ALEMS) na manhã desta quinta-feira (28).
 
 
Eles foram recebidos pelos deputados Renato Câmara (MDB), Herculano Borges (Solidariedade) e Amarildo Cruz (PT). “É um grande sonho da comunidade de Aquidauana e região ter o curso lá, que representa o desenvolvimento daquele que é um grande polo agropecuário e vem  complementar toda a estrutura que a UEMS já vem oferecendo na área das Agrárias. Já tem o curso de Agronomia e Zootecnia, assim com a Veterinária fecha esse grande círculo e atende a região. A cidade está mobilizada, é uma vontade de todos e tenho certeza que os 24 deputados querem juntos buscar que esse sonho se concretize e se torne uma realidade na vida dos nossos jovens”, destacou o deputado Renato Câmara.
 
 
Em nome dos parlamentares de Aquidauana, o vereador Anderson Meireles (MDB) falou com a imprensa da ALEMS. “Estamos reivindicando o apoio da Assembleia para implantação do curso na UEMS no município, que é uma grande demanda da sociedade aquidauananse. Temos mais de 30 ofícios de entidades com apoio a esse curso e hoje estamos formalizando para que tenhamos também o apoio da Assembleia pra isso. Temos um sinal positivo da UEMS, que já tem uma estrutura da universidade na cidade”, considerou o vereador.  
 
 
A regulação do novo curso depende de autorização do Ministério da Educação, para também credenciamento do campus. O reitor da UEMS, Laercio Carvalho estava presente na reunião. “Esse curso viria em atendimento à demanda da sociedade local, já recebemos vários pleitos e o apoio da Assembleia também será importante, quando colocarmos para tramitar internamente o pedido junto aos conselhos e à Câmara Técnica para avaliação. Acredito que em breve possamos avançar para esse sonho. Por enquanto teremos que fazer um estudo de viabilidade econômica, porque envolve a construção de um hospital veterinário e um concurso para contratação de professores efetivos, para que possamos abrir com as melhores condições possíveis”, explicou o reitor.  

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados