• Início
  • Notícias
  • Governo lança novo sistema para melhorar atendimento aos migrantes que buscam vida nova

Governo lança novo sistema para melhorar atendimento aos migrantes que buscam vida nova

Por Leonardo Rocha
Subcom
Imagem: Divulgação
Para oferecer mais qualidade nos atendimentos e propor políticas públicas, o Governo do Estado, por meio da Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), lançou o Sistema de Cadastro de Atendimento dos Migrantes em Mato Grosso do Sul (CADMI/MS).
 
A intenção é facilitar e organizar os dados sobre os migrantes que chegam ao Estado, para assim oferecer atendimento e políticas públicas a estes grupos de diferentes países, tendo informações mais precisas sobre sua nacionalidade, escolaridade, regularização, de onde estão vindo e suas atividades no Estado.
 
De janeiro a setembro deste ano foram realizados mais de 735 atendimentos a migrantes pela Sedhast, sendo a maior parte da Venezuela, seguido por Haiti, assim como pessoas do continente Africano e Oriente Médio.
 
“Com este cadastro teremos mais qualidade nos dados em relação aos migrantes, assim como fluxo de atendimento, para uma melhor ação do Governo do Estado. O sistema começou a funcionar na quarta-feira (20) e agora vamos fazer o controle e alimentar os dados sobre este público”, explicou a titular da Sedhast, a secretária Elisa Cleia Nobre.
 
A secretária destacou que já é feito o controle de dados sobre os migrantes, mas havia muita dificuldade no armazenamento. “Agora temos um sistema específico para aprimorar estes dados”. O sistema foi implantado em parceria com a SGI (Superintendência de Gestão da Informação).
 
A superintendente da Política de Direitos Humanos, Ana Lúcia Américo, destacou que os dados cadastrados vão subsidiar os programas e ações do governo para os migrantes.
 
“É importante ter estas informações organizadas em relação a de que países eles vieram, de onde estão chegando, profissão e escolaridade, também faremos parceria com a Sejusp, para haver uma troca de informações”.
 
O Governo do Estado já atende esse público por meio do Centro de Atendimento em Direitos Humanos (CADH), que disponibiliza aos migrantes e refugiados para orientação sobre empregos, documentação e até ajuda na busca por alojamentos, caso não tenham local onde dormir.
 
Localizado na Rua Marechal Cândido Mariano, 713, em Campo Grande, a unidade funciona na Coordenadoria de Apoio aos Órgãos (Caorc), vinculado a Sedhast (Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho), está aberto desde 2016, com o objetivo de ajudar e apoiar este público, para que tenham acesso a serviços essenciais no Estado.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados