• Início
  • Notícias
  • 69% das brasileiras desconhecem os sintomas da endometriose, diz estudo

69% das brasileiras desconhecem os sintomas da endometriose, diz estudo

Principalmente as mulheres dos 18 aos 24 anos, com 74% das entrevistadas.
 
A endometriose é uma doença crônica que pode causar dor, desconforto e infertilidade. Muitas mulheres têm a doença, mas, pelos sintomas serem muito parecidos com os da menstruação, podem ficar muito tempo sem identificar o problema. Além de dor pélvica intensa, a endometriose pode causar menstruação abundante, cãimbras durante a relação sexual, e dor ao urinar. 
 
E conforme constatou o Trocando Fraldas em seu mais recente estudo, 69% das brasileiras desconhecem esses sintomas. Principalmente as mulheres mais jovens, dos 18 aos 24 anos, com 74% das entrevistadas. Já os dados por estado demonstram que o Ceará é o estado em que mais mulheres conhecem os sintomas da endometriose, 38% das entrevistadas. No Rio de Janeiro, o percentual é de 35%, e no Distrito Federal, 33%. Já em São Paulo e no Espírito Santo, 30% das entrevistadas sabem sobre os sintomas da doença. E o Acre, é o estado em que menos mulheres têm esse conhecimento, com 9% da população.
 
O alto percentual de mulheres que não tem conhecimento sobre os sintomas, faz com que o percentual de diagnósticos seja baixo. E, embora 47% das brasileiras sintam dor pélvica intensa, um dos principais sintomas da endometriose, somente 5% relataram já terem sido diagnosticadas com a doença. O percentual aumenta entre as mulheres dos 35 aos 39 anos, e 10% já foram diagnosticadas. Já entre as dos 40 aos 44 anos, 13% têm esse diagnóstico.
 
Ademais, em abril de 2021, a OMS reconheceu a doença como um problema de saúde pública. Por ter um percentual tão alto de mulheres portadoras da doença, e que não têm conhecimento sobre ela, espera-se que após esse reconhecimento, sejam desenvolvidas ainda mais políticas públicas voltadas para a doença.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados