• Início
  • Notícias
  • Bruno Henrique brilha, Flamengo vence Barcelona e fica perto da final da Libertadores

Bruno Henrique toca na saída do goleiro para marcar o segundo gol no Maracanã

Bruno Henrique brilha, Flamengo vence Barcelona e fica perto da final da Libertadores

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Marcelo Cortes/CR Flamengo
Camisa 27 marcou no primeiro tempo e garantiu o placar de 2 a 0 no Maracanã
 
O Flamengo deu um passo considerável para chegar à decisão da Copa Libertadores. Pelo jogo de ida da semifinal, nesta quarta-feira (22), no Rio de Janeiro, o Mengão recebeu o Barcelona de Guayaquil, do Equador, e, em noite de Bruno Henrique, venceu por 2 a 0 (veja abaixo). A partida foi acompanhada por cerca de 23 mil torcedores, público total liberado.
 
A vitória dá ao time carioca a vantagem de avançar de fase mesmo se perder por um gol de diferença na partida de volta, na próxima quarta-feira (29), no Monumental de Barcelona, em Guayaquil. Se balançar as redes fora de casa, o clube brasileiro pode se classificar até se for derrotado por dois gols de saldo. O vencedor do confronto pega quem passar entre Palmeiras e Atlético-MG, que empataram por 1 a 1 no duelo de ida, no Allianz Parque, em São Paulo.
 
O Jogo
 
O público que foi ao Estádio do Maracanã viu. Não fosse Diego Alves, os equatorianos teriam inaugurado o placar aos seis minutos. Primeiro, o goleiro defendeu uma tentativa do atacante Gonzalo Mastriani, dentro da área. O meia Adonis Preciado aproveitou a sobra, mas parou novamente no camisa 1, que brilhou novamente aos dez minutos, salvando uma finalização cruzada do lateral Byron Castillo, pela direita.
 
Os sustos acordaram o Flamengo, que ficou no quase aos 15 minutos, em chute da entrada da área do meia Everton Ribeiro, que o goleiro Javier Burrai defendeu, mesmo após a bola desviar na marcação. Cinco minutos depois o Rubro-Negro balançou as redes. Gabriel cruzou pela direita e o também atacante Bruno Henrique, de cabeça, abriu o placar. Aos 37, outra vez Bruno Henrique. Em jogada que também envolveu Everton Ribeiro e Gabriel, o camisa 27 recebeu cruzamento pela direita do atacante Vitinho e concluiu para as redes. Nos acréscimos, para melhorar a situação do Rubro-Negro, o meia Nixon Molina levou o segundo amarelo após falta em Bruno Henrique e foi expulso.
 
Mesmo com um a menos, os equatorianos tentaram surpreender no início do segundo tempo. No primeiro minuto, após cobrança de escanteio, o volante Michael Carcelén teve a chance na área, mas Diego Alves fez outra grande intervenção. Na sequência, o lateral Mauricio Isla cruzou pela direita, Vitinho cabeceou e obrigou Burrai a salvar com os pés, no reflexo.
 
O Flamengo diminuiu o ritmo ao longo da etapa complementar, mas manteve o jogo sob controle. Nos minutos finais, Léo Pereira, que substituiu David Luiz, recebeu o cartão vermelho direto ao atingir o queixo do também zagueiro Fernando León. A expulsão deixou as duas equipes com dez em campo e animou o Barcelona, que tentou pressionar nos acréscimos, sem êxito.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados