• Início
  • Notícias
  • Xuxa no comando da versão brasileira de RuPaul’s Drag Race não agrada internautas

Xuxa no comando da versão brasileira de RuPaul’s Drag Race não agrada internautas

A notícia de que Xuxa será a apresentadora da versão brasileira do aclamado reality RuPaul’s Drag Race não foi bem recebida por muitas pessoas. O fato está gerando muita repercussão nas redes sociais, sobretudo no Twitter.
 
Segundo o portal Na Telinha, a loira é a mais cotada para comandar a atração, que deve estrear em 2022 no Multishow. O próprio RuPaul, criador do programa, já teria aprovado a Rainha dos Baixinhos na função.
 
Entretanto, para grande parte do público, uma drag queen deveria ser escolhida. Embora Xuxa seja ligada à causa e tenha muita experiência para o posto, não tem a representatividade que as pessoas esperam.
 
Na web, os internautas destacaram que há muitas opções para apresentar RuPaul’s Drag Race Brasil, como Silvetty Montilla, que há tempos é reconhecida na cena drag paulistana; e Nany People, que tem o carisma e toda a bagagem necessária para comandar a atração.
 
Além delas, outros nomes foram citados: Márcia Pantera, Bianca DellaFancy, Lorelay Fox, Ikaro Kadoshi, Glória Groove, Pabllo Vittar e Léo Aquilla.
 
A discussão está acalorada nas redes sociais com muitas concordâncias e discordâncias sobre a escolha de Xuxa. No Instagram, o ator Hugo Bonemer saiu em defesa da apresentadora:
 
“Drag Queen é uma profissão e pode ser performada por qualquer pessoa de qualquer gênero ou orientação sexual. O tanto que se confunde ainda Drag com pessoa trans ao falar de representatividade mostra que a discussão é mais que pertinente. A Xuxa sempre levantou a nossa bandeira com amor e vai saber levar essa pauta pra frente. Tô feliz demaaaaais”, comentou no perfil do Põe na Roda.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados