• Início
  • Notícias
  • Taxa de contágio da covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana

Taxa de contágio da covid se mantém abaixo de 0,90 há uma semana

Por Leonardo Rocha
Subcom
Imagem: Arquivo
Um dos fatores que mostram a expansão ou controle da pandemia do coronavírus, a taxa de contágio da doença segue abaixo de 0,90 há uma semana em Mato Grosso do Sul. Este dado é descrito pelos especialistas como positivo, mas eles alertam que ainda não é momento de “relaxar” nas medidas de restrição contra o vírus.
 
Os especialistas destacam que quando a taxa de contágio está acima de 1,00 mostra que a pandemia está “sem controle” na cidade, Estado ou País. Quando fica abaixo de 1 sinaliza que existe uma tendência de estabilização na transmissão do vírus. Mato Grosso do Sul tem o índice atual de 0,85, ou seja, significa que de 100 pessoas contaminadas, elas transmitem a doença para outras 85.
 
O boletim divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde (SES) mostra que a taxa de contágio começou a sua queda em julho, com 0,96 no dia 09, caindo para 0, 92 no dia 14 de julho e a partir do dia 15 chegou a 0,85. O índice desceu para 0,82 em 18 de julho e na quinta-feira (22) voltou para 0,85.
 
“Se trata de um dado positivo, porque mostra que está diminuindo a transmissão e circulação do vírus no Estado, o que reduz os casos sintomáticos, internações e mortes em função da doença”, descreveu a médica infectologista Andyane Freitas Tetila.
 
Andyane alerta que apesar do cenário positivo é preciso manter as prevenções contra o vírus. “Quando está acima de 1,00 mostra que a pandemia está sem controle, no entanto o atual índice ainda não é o ideal, portanto não é o momento de relaxar em relação às medidas de restrição”.
 
A médica infectologista, Mariana Croda, também concorda que o atual índice é um ponto positivo, mas que este aponta uma “tendência de queda” dos casos da Covid-19, não uma estabilidade. Para Júlio Croda este cenário reflete o “efeito da vacinação” no Estado.
 
A vacinação em Mato Grosso do Sul segue como destaque nacional, estando nas primeiras colocações no ranking nacional. Um dos fatores é a distribuição das doses que é feita em menos de 12 horas para os 79 municípios assim que elas são entregues pelo Ministério da Saúde. A cada 10 pessoas no Estado, três já foram completamente imunizadas. Já na primeira ou dose única 55% da população já foi contemplada. 
 
O governador Reinaldo Azambuja já anunciou que a previsão é  de que a população do Estado acima de 18 anos possa ser vacinada até o final de agosto. Além dos investimentos e parcerias na área de saúde,  os municípios também seguem recomendações por meio do programa “Prosseguir”.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados