• Início
  • Notícias
  • Richarlison marca três e Brasil estreia batendo Alemanha em Yokohama

Richarlison justificou a honra de usar a 10 com três gols na vitória brasileira

Richarlison marca três e Brasil estreia batendo Alemanha em Yokohama

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/CBF
Usando a camisa 10, atacante marcou três gols na vitória brasileira por 4 a 2 em Yokohama
 
Vitória da Seleção Brasileira Masculina na estreia dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020. Na manhã desta quinta-feira (22), em Yokohama, o Brasil enfrentou a Alemanha na reedição da disputa pelo ouro no Rio de Janeiro e, em jogo inspirado de Richarlison, com três gols, venceu por 4 a 2. Paulinho marcou o último gol brasileiro. Amiri e Ache descontaram para os alemães.
 
Gols
 
A Seleção Brasileira tomou conta do primeiro tempo e praticamente garantiu a vitória com Richarlison, justificando a camisa 10. Aos seis minutos, Antony deu lindo passe para Richarlison, que invadiu a área e bateu forte para defesa de Müller. Entretanto, no rebote, o atacante não hesitou e bateu forte para abrir o placar. Aos 21, Bruno Guimarães fez lançamento para Guilherme Arana, que foi até a linha de fundo e cruzou na área. Richarlison subiu mais que todo mundo e, de cabeça, fez o segundo do Brasil.
 
Aos 29, Matheus Cunha roubou bola no meio, avançou e abriu para Richarlison na esquerda. O Pombo dominou, olhou e, da entrada da área, chapou para o gol e marcou o terceiro do Brasil. O quarto gol poderia ter acontecido antes mesmo do intervalo, quando a Seleção teve pênalti a seu favor. Só que Matheus Cunha, mesmo cobrando bem, parou em uma bela defesa do goleiro Müller.
 
Na volta para o segundo tempo, após quase ampliar com Antony e depois com Matheus Cunha, o Brasil levou um ligeiro susto. Na marca dos 11 minutos, Amiri pegou rebote na entrada da área, chutou de primeira e contou com a sorte da bola que quicou na frente de Santos e enganou o goleiro brasileiro. No desespero em função da grande atuação brazuca, Arnold cometeu falta dura em Daniel Alves e foi expulso aos 17 minutos. 
 
Mais tarde, aos 26, Antony arriscou de fora da área e levou perigo ao gol da Alemanha. Até que, em uma bola alçada na área brasileira, Ache foi lá no alto e cabeceou para fazer o segundo dos alemães. Aos 48, Paulinho recebeu na área, ajeitou na perna direita e soltou uma bomba, no ângulo, para definir o placar em 4 a 2 para o Brasil.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados