São Bento 02

Mulher que deseja cassar vereador continua sem dar as caras

compartilhe:

De Olho – 30/05

Outro sucesso

A prefeita Délia Razuk (PR) precisa ficar mais atenta ao que ouve dos assessores mais próximos. Tem muita gente ao redor ela que está mais interessada em resolver os problemas pessoas do que em contribuir com o sucesso para a administração.

Dia das bandeiras

A bandeira é um símbolo que pode representar uma nação, estado, agremiação política, recreativa ou desportiva, etc. Mas, seja qual for a instituição que representa, toda bandeira é carregada de simbolismo. As primeiras bandeiras que se tem conhecimento foram usadas nas antigas civilizações, quando os povos as utilizavam para representar seus exércitos. Elas serviam também para identificação pelos aliados. Uma curiosidade: uma bandeira em mau estado de conservação não pode ser hasteada. Ela deve ser entregue a uma unidade militar para ser incinerada no dia 19 de novembro de cada ano.

Enquete

‘Qual é o maior problema enfrentado pela prefeita Délia Razuk nesse momento de sua administração em Dourados?’. Esta era a pergunta da enquete que estava no ar até ontem no Portal do Diário MS.

Enquete, ainda

A alternativa de resposta ‘corrupção interna’ foi a mais votada, alcançando 35%. Logo em seguida, com 33%, ficou a opção ‘Não tem planejamento.

Mais enquete

Para 15% dos internautas que responderam, o maior problema enfrentado atualmente pela prefeita de Dourados está relacionado aos ‘Buracos nas ruas’. Para outros 14%, o problema maior é ‘Não tem controle’, enquanto 3% ficaram com a opção ‘Falta de investimentos’.

Outra enquete

E já está no ar a nova enquete do Portal do Diário MS, agora com esta indagação: ‘Você faz check-up básico, aquela bateria de exames laboratoriais e de imagem, pelo menos uma vez por ano?’.

Outra enquete, ainda

As alternativas de resposta são: Sim, Não, Nunca fiz e O que é isso? Para participar, basta entrar no endereço diarioms.com.br

Sem cara

Diário MS não conseguiu encontrar ontem Neide Souza Mariano, que vem a ser a mulher que assina o documento protocolado segunda-feira na Câmara de Dourados pedindo a cassação do mandato do vereador Olavo Sul (Patriota).

Sem cara, ainda

O caso está realmente muito estranho. Ninguém sabe quem é a dita cuja. Pelo menos três endereços nos quais ela poderia ser encontrada foram visitados, mas a busca foi totalmente negativa. A mulher parece ter sumido no espaço.

Cadê a cara?

Como o Diário MS não é de desistir nunca, o jeito é continuar procurando Neide Souza Mariano para tentar ouvir o que ela tem a dizer sobre o que a motivou a escrever tal documento. Aliás, como foi comentado na coluna de ontem, documento muito bem redigido, coisa de quem entende do assunto.

Aced

No início da noite de ontem, terminou a rápida apuração dos votos para escolha da diretoria que irá comandar os destinos da Aced (Associação Comercial e Empresarial de Dourados) pelo próximo triênio. Venceu a chapa de oposição à presidente que está encerrando o mandato, Elizabeth Salomão.

Aced, ainda

Apenas 355 associados se dispuseram a ir até a sede da associação para votar. Convenhamos que é um número bastante baixo e que já serve de alerta para o grupo vencedor: está claro que a instituição precisa passar por ampla reformulação.

Mais Aced

Nos últimos anos, a Aced perdeu sua principal característica de lutar pelos interesses dos associados e da cidade. Afinal, são empresários e comerciantes que mais empregam em Dourados. Portanto, eles precisam integrar uma associação que tenha representatividade.

Aced, cacos

Mesmo sem ainda estar marcada a data da posse, a diretoria eleita já pode começar a juntar os cacos que estão sendo deixados pelo caminho. O processo eleitoral é uma comprovação do desgaste vivido pela Aced atual.

Aced, intrigas

Em poucos dias, a disputa se afundou num processo motivado por intrigas e interesses incompatíveis com a entidade. As pessoas quiseram se tornar maior do que a associação e a pouca participação do associado também mostra o quanto esse desgaste é visível.

Aced, intervenção

A situação se tornou tão crítica que foi preciso a internvenção do Conselho Consultivo, formado por ex-presidentes, para “restabelecer a ordem democrática”. E somente assim a votação aconteceu ontem em clima de tranquilidade.

Aced, transparência

No fim, a disputa ontem foi como deveria ter sido desde o início do processo eleitoral: em clima amigável e respeitando a transparência que o processo exige.

Aced no voto

Integrantes das duas chapas disputaram eleitores lado a lado, conversando e cada qual ressaltando seus motivos. A chapa vencedora até confeccionou camisetas para seus integrantes, mas foi mesmo o famoso ‘tapinha nas costas’ que imperou durante o período de votação.

Aced, amigos

‘De Olho’ até ficou sabendo de casos em que algumas pessoas pagaram a mensalidade atrasada de empresas para que os donos pudessem ir votar. Foi o que aconteceu com um site de pouquíssimos acessos. A amiga do dono pagou a mensalidade atrasada e ele, que nem se lembrava que era associado, foi feliz retribuir o gesto feito pela amiguinha.

Aced bem amigos

O gesto da mulher até que foi legal, pois contribuiu para engordar o caixa da instituição, mas o voto não foi suficiente para garantir a vitória. Que coisa, hein!

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS