São Bento 03

Ministro da Infraestrutura anuncia prioridade da Rota Bioceânica e investimentos em MS

O coordenador da bancada federal de MS, senador Nelsinho Trad (PSD), intermediou reunião entre o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e os parlamentares do Estado para tratar de investimentos em Mato Grosso do Sul. “Viemos pedir a revisão dos recursos para MS que o Governo Federal cortou na Portaria 169, em julho, e investimentos de infraestrutura para 2020. Tivemos a resposta muito positiva do ministro que serão liberados para o ano que vem R$ 20 milhões para as obras da BR-419 e R$ 50 milhões para manutenção das rodovias. Além disso, o ministro afirmou que o Governo Federal dará prioridade à Rota Bioceânica, que liga os oceanos Atlântico e Pacífico através de Mato Grosso do Sul”.

ROTA BIOCEÂNICA

De acordo com o ministro, estão sendo feitos Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental – EVTEA através do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para verificar as intervenções que serão realizadas nas rodovias para solucionar os gargalos logísticos que surgirão em Mato Grosso do Sul a partir da implementação da Rota Bioceânica. “O Governo Federal entende a rota que passa por Mato Grosso do Sul é a mais viável economicamente e logisticamente (existem outras rotas em estudo no Brasil). Estamos perdendo mercado porque não temos logística, por exemplo, 100% do aço que a Bolívia importa era do Brasil, e agora não somos os principais exportadores. Estamos focados nesta Rota”, afirmou.

Ao final da reunião, o ministro anunciou a revisão dos cortes para Mato Grosso do Sul. Em julho deste ano, o Governo Federal publicou a Portaria 169 cancelando dotações orçamentárias no valor de R$ 65 milhões para Mato Grosso do Sul. Além disso, no orçamento da União para 2020 não constava qualquer recurso na área de infraestrutura para o Estado. Agora, o ministro anunciou que o MS contará com R$ 70 milhões em 2020: R$ 20 milhões para as obras da BR-419 e R$ 50 milhões para manutenção de rodovias. 

Concessão da BR-163

O governador Reinaldo Azambuja também perguntou sobre o imbróglio que envolve a concessão da BR-163 e a CCR MS Via. O ministro informou que será relicitada a concessão da BR-163 e no prazo de dois anos uma nova concessionária deve assinar contrato para atuar na rodovia.

Participaram da reunião os deputados federais Beto Pereira (PSDB) e Fábio Trad (PSD) e o ministro diplomata do Ministério das Relações Exteriores, João Carlos Parkinson de Castro, que coordena os trabalhos do Corredor Bioceânico. (Da Assessoria de Imprensa)

 Foto: Luis Carlos Campos Sales

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS