São Bento 03

MEC nomeia pedagoga que não estava na lista tríplice como reitora da UFGD

compartilhe:

O Ministério da Educação nomeou a pedagoga Mirlene Ferreira Macedo Damázio para exercer o cargo de reitora pro-tempore da UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados). A nomeação é assinada pelo ministro da Educação, Abraham Weintraub.

A nomeação está publicada na edição desta terça-feira do Diário Oficial da União. Mirlene Damázio cursou graduação pela Universidade Federal de Uberlândia, tem mestrado em educação para a diversidade humana pela Universidade de Salamanca (Espanha) e doutorado em educação pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

Atualmente é professora adjunta da Faculdade de Educação da UFGD e chefe do Núcleo Multidisciplinas para Inclusão e Acessibilidade da Reitoria.

Ela não disputou a eleição para a reitoria, ocorrida no dia 12 de março passado.

A vencedora foi a Chapa 1 – Unidade UFGD, com Etienne Biasotto para reitor e Cláudia Lima para vice-reitora. A Chapa 3 – UFGD Mais (Liane Calarge e Caio Chiarello) ficou em segundo lugar e a Chapa 2 – UFGD em Ação (Joelson Pereira e Nelson Domingues) ficou em terceiro lugar.

A reitora nomeada hoje apoiou a Chapa 2.

Em abril, o MEC (Ministério da Educação) determinou que a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) realizasse nova eleição para reitor, depois de constatar irregularidades no processo eleitoral deste ano.

Dias depois, o Conselho Eleitoral da UFGD informou que não iria realizar nova eleição.

Mirlene não participou da consulta prévia feita entre professores, administrativos e acadêmicos da universidade, nem colocou seu nome à disposição do Colégio Eleitoral para elaboração da lista tríplice.

Foto: Reprodução/Facebook

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS