São Bento 03

Marçal só quer falar da sucessão em Dourados em abril de 2020

Coluna De Olho – 9/07/2019 – Jornalista Alfredo Barbara Neto –

Execução orçamentária

A Comissão de Acompanhamento da Execução Orçamentária, da Assembleia Legislativa recebe hoje representantes dos Poderes da esfera estadual para apresentação de relatórios fiscais referentes ao primeiro quadrimestre deste ano. A audiência será realizada no Plenarinho Deputado Nelito Câmara, na Casa de Leis, a partir das 14 horas.

Revolução de 1932

Hoje se comemora a Revolução Constitucionalista de 1932. Foi nesse dia que o Estado de São Paulo entrou em guerra contra o Governo Brasileiro. Na época, o presidente da República era Getúlio Vargas, que tinha derrubado a Constituição de 1881. Getúlio governava o país sozinho, sem deputados ou senadores. Em 1932, os paulistas queriam elaborar uma nova Constituição. A Revolução Constitucionalista começou em 9 de julho e durou até 2 de outubro de 1932. Dois anos mais tarde, foi aprovada uma nova Constituição com importantes leis como a garantia do voto para a mulher, jornada de trabalho de 8 horas e 13º salário.

Frigoríficos

A Assembleia Legislativa sedia hoje a audiência pública “Desafios dos Frigoríficos em Mato Grosso do Sul”. O evento acontece no Plenário Deputado Júlio Maia, a partir das 13h, por iniciativa do deputado João Henrique (PL). “Somos o quarto maior produtor de carne do Brasil. Precisamos entender todos os desafios desse segmento que enfrenta grandes dificuldades”, enfatizou o parlamentar.

Agricultura

O secretário interino de Agricultura Familiar de Dourados, Junior Bittencourt, está prá lá de empolgado com o cargo, que assumiu há pouco mais de um mês. Pensa num moço animado!

Homicídios

Cerca de 464 mil pessoas foram vítimas de homicídios no mundo em 2017, mais de cinco vezes o número registrado em conflitos armados no mesmo período, afirmaram ontem pesquisadores das Nações Unidas.

Mais homicídios

De acordo com um estudo do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime, a América Central é a região mais perigosa para se viver, onde o número de homicídios cresce em alguns locais específicos para 62,1 a cada 100 mil habitantes, segundo dados de 2017.

….

Homicídios, ainda

O Brasil tem taxa de 30,5 homicídios a cada 100 mil habitantes, a segunda maior da América do Sul, depois da Venezuela, com 56,8. No total, cerca de 1,2 milhão de pessoas perderam a vida por homicídios dolosos no Brasil entre 1991 e 2017.

Cinema

O assassinato ocorrido ontem à tarde numa sala do cinema do shopping de Dourados ganhou as rodinhas de conversa rapidamente pela cidade afora. E, mais uma vez, a palavra ‘incredulidade’ reapareceu.

Cinema, ainda

Uma das definições de ‘incredulidade’ é a qualidade de quem não se convence com facilidade nem acredita facilmente naquilo que ouve. Também pode ser entendida como ausência de fé religiosa, desprovido de crenças; ateísmo. Ou ainda como característica, estado ou condição de incrédulo, sem fé religiosa, segundo o dicionário online.

Mais cinema

No fundo mesmo está a insanidade que acomete algumas pessoas, como deve ter acontecido com o assassino de ontem. Tirar a vida de alguém está se tornando algo banal, que as pessoas cometem sem mais nem menos.

Triste cinema

Foi justamente isso o que mais a coluna ouviu ontem de pessoas que estavam comentando o insano episódio ocorrido numa sala de cinema, local onde as pessoas vão para se divertir, ao mesmo tempo em que adquirem cultura e conhecimento.

Triste filme

O pior de tudo é que essa tal banalidade em matar se espalha pelo planeta, motivada cada vez mais pela absoluta falta de amor ao próximo. Parece até coisa de filme e/ou novela.

Em abril

O deputado estadual Marçal Filho (PSDB) reiterou ontem à tarde que a sucessão municipal em Dourados entrará em pauta de suas conversações somente a partir de abril do ano que vem. Seu nome aparece liderando pesquisas de opinião divulgadas este ano.

Em abril, ainda

Em conversa informal com a coluna, Marçal Filho mais uma vez frisou que está focado este ano em bem desempenhar o cargo de deputado estadual. Inclusive avaliando que seu trabalho tem recebido elogios até mesmo dos colegas de Assembleia.

Mais em abril

Para Marçal Filho, a sucessão da prefeita Délia Razuk (PR) deve ser pensada apenas no primeiro semestre de 2020 e, até lá, é bastante provável que o cenário político seja diferente do que se apresenta hoje em dia.

Em abril mesmo

O deputado reafirma o sonho e o desejo de ser prefeito da cidade onde nasceu, mas avalia que discutir sucessão neste momento é adiantar demais o processo eleitoral. “Quando abril chegar a gente fala sobre isso”, disse à coluna.

Leia também…

1- Câmara de Dourados autoriza prefeitura a celebrar contrato com a Sanesul.

2- Ângelo deixa presidência do Indaiá hoje de olho na política.

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS