Banner São Bento

Linguiça de Maracaju e Mel do Pantanal são destaques em série produzida pela CNI

compartilhe:

Produtos típicos de Mato Grosso do Sul, a “Linguiça de Maracaju” e o “Mel do Pantanal” são destaques na série especial de reportagens “O Brasil que a Gente Produz”, desenvolvida pela CNI (Confederação Nacional da Indústria), por meio da equipe da Agência CNI de Notícias. A equipe conheceu de perto o processo de produção de alguns produtos com Indicações Geográficas Brasileiras.

 

A série levantou que no País há um total de 61 indicações geográficas brasileiras registradas. O termo é usado para identificar a origem de produtos ou serviços quando o local tenha se tornado conhecido ou quando determinada característica ou qualidade do produto ou serviço se deve a sua origem.

No caso de Mato Grosso do Sul, foram escolhidos dois produtos: a tradicional linguiça produzida no município de Maracaju e o mel extraído de apiários da região do Pantanal. Esses dois produtos somados a outras 59 indicações geográficas brasileiras registradas ajudam a contar os mais de 500 anos da história do Brasil, contribuindo no “redescobrindo” do País.

Tradições e habilidades distinguem cada pedaço do Brasil tão grande. Vinho, café, renda, queijo, arroz, banana, camarão, pedra, cachaça, tecnologia, cajuína, farinha, goiaba, mais café, cacau, uva, biscoito, guaraná. Hoje, são 61 indicações geográficas brasileiras registradas, mas poderiam (e poderão) ser centenas. Nossas tradições compõem a identidade da nação e reconhecê-las é atestar a pluralidade cultural e diversidade histórica inevitáveis de mais de 209 milhões brasileiros.

Fotos: Divulgação

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS