Glória Maria revela ter processado gerente de hotel após atitude racista

Por Álvaro Penerotti (RD1)

A jornalista Glória Maria recorreu às redes sociais nesta sexta-feira (20) para relembrar uma situação lamentável que viveu no passado.

A apresentadora do Globo Repórter, que não esconde de ninguém o quanto se orgulha de suas origens e de sua trajetória, contou que já processou um gerente de hotel devido a um ato de racismo.

“Numa época em que pessoas não usavam black power, eu usava. Na época em que negro não aparecia na rua, eu aparecia na televisão. Eu fui a primeira pessoa no Brasil a usar a lei que punia a discriminação racial”, afirmou.

“A Lei Afonso Arinos que punia o racismo como contravenção penal. Eu usei quando fui barrada em um hotel e me mandaram entrar pela porta dos fundos e eu chamei a polícia e processei o gerente”, prosseguiu.

Glória abordou o assunto após a história viralizar nas redes sociais. Ao postar um print do relato, a global endossou todo o conteúdo da mensagem. “Não conheço quem escreveu isso, mas é tudo verdade!”, disse.

View this post on Instagram

Não conheço quem escreveu isso mas é tudo verdade!❤️

A post shared by Gloria Maria (@gloriamariareal) on

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS