Entregador de pizza atropelado na BR 163 morreu no Hospital da Vida

O entregador de pizza Ademir Castro Amante, 38 anos, que foi atropelado na noite de domingo (20) na BR 163, próximo ao pesqueiro Kanoa quando se dirigia para fazer uma entrega na região do Parque das Nações, morreu na madrugada desta segunda-feira (21) no Hospital da Vida.

Ele sofreu duas paradas respiratórias enquanto era levado pelo Samu e, já no hospital, teve outra parada fatal.

Ademir era casado e tinha três filhos. Trabalhava durante o dia em uma empresa de materiais de construção e à noite entregava pizza para completar a renda, segundo familiares. Ele foi atropelado pelo veículo Gol que conduzido por Juliano Bogarin da Silva, 37 anos. No acidente, outros carros acabaram se chocando depois que o motociclista foi arremessado contra o para-brisa do Gol que ainda caiu no barranco às margens da rodovia.

De acordo com a polícia, que prendeu Juliano Bogarin no local do acidente após a ação da PRF (Polícia Rodoviária Federal), o motorista do Gol foi autuado em flagrante por conduzir sob a influência de álcool. O teste de bafômetro apontou 1,03 mg/l, quatro vezes acima do limite máximo tolerado pela legislação.

Dione Henrique da Silva, 31 anos, que conduzia um Celta e que teria passado por cima do corpo de Ademir após o atropelamento, também foi preso pela Guarda Municipal, já no Parque das Nações. Ele nega. (Do Douranews)

Foto: Reprodução

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS