Banner São Bento

Emelec venceu apenas Fla e Flu de brasileiros; fora, Rubro-Negro é frágil

compartilhe:

GE

É notório o respeito que times brasileiros impõem na América do Sul. Contando o atual campeão Grêmio, saíram do país pentacampeão do mundo os vencedores de 11 Copas nos últimos 25 anos da competição internacional – com oito vice-campeonatos no mesmo período. Não à toa o respeito com o qual os jogadores do Emelec e a imprensa equatoriana tratam a chegada do Flamengo a Guayaquil. Mesmo com participações constantes na Libertadores, o desempenho do time elétrico é bem ruim contra brasileiros.

De acordo com levantamento da WSC, são apenas duas vitórias em 26 confrontos na principal competição sul-americana – as duas dentro de casa, no estádio George Capwell, contra dois times… cariocas.

Apenas Flamengo, em 2012, e Fluminense, no ano seguinte, caíram em Guayaquil – 3 a 2 e 2 a 1, respectivamente. Em seus domínios, o Emelec venceu apenas estas duas vezes, empatou outras oito e perdeu três vezes para brasileiros – o Flamengo foi um desses, 2 a 1 (Alecsandro e Paulinho, em 2014), com Palmeiras, em 1995, e Internacional (2007) fechando a lista.

Fla tem péssimo aproveitamento como visitante

O histórico do adversário equatoriano poderia ser um alento não fosse o desempenho recente do próprio Flamengo. Nas últimas três participações, de acordo com levantamento do site Futdados, sempre com eliminações precoces do time da Gávea, foram 10 partidas fora do Rio de Janeiro e uma vitória – os 2 a 1 sobre o Emelec. O Rubro-Negro – nas edições de 2012, 2014 e 2017 – perdeu oito vezes e conseguiu um empate (Lanúns, em 2012).

– Vamos buscar a vitória. Temos que ter a sabedoria. Acompanhei alguns jogos do Flamengo no ano passado na Libertadores. Tem que tentar ganhar fora de casa. Não será fácil. Mas onde o Flamengo vai, tem que vencer. Mas temos consciência que nossa obrigação é vencer – disse Rhodolfo, antes do embarque para Guayaquil.

O aproveitamento é péssimo: 13,33% dos pontos disputados fora do Rio. No século, os resultados são um pouco melhores, com 30,77% dos pontos disputados como mandante – em total de 26 jogos, com 16 derrotas, sete vitórias e três empates.

A queda de rendimento do Flamengo fora de seus domínios é preocupação grande no time de Carpegiani. Verdadeiro dever fora de casa. Na história, em 53 jogos como visitante, foram 23 derrotas, 19 vitórias e 11 empates – aproveitamento de 43%.

PBF HALF

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS