Denúncia a ser feita na tribuna deverá abalar a Câmara

Coluna De Olho – 25/07/2019 – Jornalista Alfredo Barbara Neto –

Bomba na Câmara

Pelo que passarinho piou à coluna, a sessão ordinária de segunda-feira que vem será imperdível na Câmara de Dourados. De acordo com a ave, será feita uma denúncia, na tribuna, envolvendo uma pessoa integrante da Casa de Leis. Diz que tal pessoa estaria ‘mamando demais nas tetas’. Vixi!

Dia do motorista

Hoje é comemorado o Dia do Motorista, data que faz homemagem aos profissionais que trabalham com o “pé na estrada”, seja transportando mercadorias ou pessoas pelo paísafora. O Dia do Motorista é comemorado no Dia de São Cristóvão, santo católico considerado o padroeiro dos motoristas no Brasil. Cristóvão significa “aquele que carrega Cristo”, que passou a ser conhecido como o protetor e padroeiro dos viajantes e motoristas.

Sorrisão

Independentemente do caos e de todos os problemas envolvendo a saúde pública de Dourados, uma coisa é certa: a secretária municipal de Saúde, Berenice de Oliveira Machado, está desfilando pela ciade com um sorrisão que dá gosto de ver.

Sorrisão, ainda

E o motivo de tal sorrisão é justificável: a moça se submeteu a um eficiente tratamento odontológico e está com um sorriso super novo. Segundo especialista em sorriso, a secretária implantou jaquetas de porcelana nos dentes inferiores e superiores. Diz que é coisa de alta qualidade!

Saúde

Acontece hoje à noite a tão aguardada assembleia dos médicos que prestam serviço no Hospital da Vida de Dourados. A unidade de saúde que atende a moradores de mais de 30 municípios da região está no centro de um furacão.

Saúde, ainda

Entre mandos e desmandos, só Deus sabe onde é que tudo isso vai parar. O certo é que, do jeito que está, não dá para continuar. Os problemas são generalizados e não se resumem ao fato de faltar médico para atender a demanda.

Sem saúde

Conforme passarinho piou ontem, até mesmo insumos de baixo custo estão em falta, inclusive impedindo o prosseguimento de procedimentos cirúrgicos. Pelo que se vê, é a incompetência que impera na administração da saúde.

Boy

E olha só essa historinha: um jovem rapaz conseguiu um emprego como office-boy numa prefeitura da Grande Dourados, anos atrás. O moço começou a trabalhar na secretaria de Saúde do município e, com o passar dos anos, foi se aperfeiçoando.

Boy, ainda

Entra prefeito e saí prefeito, o moço foi crescendo e sempre trabalhando na mesma secretaria. Se tornou um grande conhecedor dos problemas (e também das soluções possíveis). Entra secretário e sai secretário, e o moço continuou por lá.

Man

Já homem feito, o antigo office-boy foi indicado para o cargo de diretor financeiro. Honesto, ele passou a desempenhar seu trabalho de forma tal que passou a receber inúmeros elogios.

Man, ainda

Até que uma mulher assumiu o comando da coisa toda. Se recusando a fazer, digamos, ‘coisas erradas’, o homem agora se transformou no alvo preferida da chefa e passou a ser o alvo de uma verdadeira caça às bruxas.

Man, mesmo

Só não foi demitido do cargo porque sua chefa acabou levando um enorme puxão de orelhas da chefa-mor. Assim, pelo menos por enquanto, o eficiente diretor financeiro continua no cargo. Que coisa, hein!

Caminhoneiro

Horas em excesso ao volante e longas distâncias percorridas. A profissão de caminhoneiro é uma das mais perigosas e que envolve grande risco por conta dos acidentes. Apenas em 2018, o Seguro DPVAT indenizou 11.996 vítimas de ocorrências com caminhões e pick-ups em todo o país. Deste total, mais de três mil benefícios foram pagos em casos de morte.

Caminhoneiro, ainda

Segundo o Ministério da Saúde, quando analisados os acidentes de trânsito relacionados ao trabalho, os caminhoneiros são os que mais morrem em atividade. Os motoristas de caminhão corresponderam a 13,2% das 16.568 mortes computadas no período de 2007 e 2016, pelo Ministério da Saúde.

Mais caminhoneiro

Os dados do Seguro DPVAT mostram que, em 2018, foram 4.587 indenizações pagas a motoristas de caminhões, sendo 1.656 vítimas fatais. Outros 1.928 (42%) ficaram com algum tipo de invalidez permanente. As informações são da seguradora Líder.

Caminhoneiro, PRF

Os números da Polícia Rodoviária Federal também reforçam o cenário preocupante: 57% das mortes registradas (3.034 do total de 5.269), no ano passado, nas estradas e rodovias brasileiras, foram causadas por ocorrências com caminhões. A maioria dos casos ocorreu por falha humana, desde cansaço e falta de atenção até descumprimento das leis de trânsito.

Caminhoneiro, a pé

Outro dado que chama a atenção é em relação aos acidentes envolvendo vítimas pedestres. Os veículos pesados foram responsáveis por 5.052 pagamentos do Seguro DPVAT a pessoas que se deslocavam a pé. Destes, mais de 1.600 foram por morte e 2.726 receberam o benefício por invalidez permanente. Já os passageiros de caminhões somaram 2.356 indenizações (1.219 por invalidez permanente, 680 por morte e 457 por DAMS).

Leia também…

1- Nova diretoria recoloca Aced nos debates que interessam à cidade.

2- Ayache quer Alan disputando a prefeitura de Dourados pelo PSB.