Banner São Bento

Delegado afirma que caso do garoto que estava desaparecido aponta para homicídio

compartilhe:
Na manhã desta terça-feira (13), após o corpo do garoto Vitor Figueiredo Peixin, de 10 anos, desaparecido desde domingo (11), ter sido encontrado sobre o telhado de uma residência próxima à casa onde ele morava, no Bairro Argemiro Ortega, em Nova Andradina, o Nova News entrou em contato com o delegado regional de Polícia Civil, André Luiz Novelli, para obter mais informações sobre o caso.

Novelli disse que o corpo da criança foi recolhido e encaminhado para exame necroscópico, que deverá apurar a causa da morte, no entanto, segundo ele, a hipótese mais cogitada é de que o garoto tenha sido vítima de homicídio. “Dizer que o garoto subiu no telhado e morreu por causas naturais é pouco provável. A nossa principal linha de investigação aponta para um assassinato, mas vamos aguardar a chegada dos laudos para saber a causa exata do óbito”, afirmou.

Cb image default
Delegado Regional de Polícia Civil, André Luiz Novelli, afirma aguardará laudos periciais para se posicionar oficialmente sobre a causa da morte – Imagem: Márcio Rogério / Nova News

Testemunhas ouvidas pelo Nova News logo após o corpo da criança ter sido localizado, afirmaram que o garoto estava sem roupas, no entanto, a Polícia Civil não confirmou o fato. O delegado disse que, além de retirar o corpo do garoto, os peritos e investigadores trabalharam no local em busca de vestígios que possam colaborar com a elucidação do caso.

“A Polícia Civil trabalha com todos os recursos disponíveis para que o caso seja esclarecido, mas, neste primeiro momento, não podemos afirmar nada de forma concreta até que os resultados dos exames periciais sejam liberados”, finalizou.

O corpo

O garoto Vitor Figueiredo Peixin, de 10 anos, desaparecido deste a manhã de domingo (11), foi encontrado morto na manhã desta terça-feira (13) sobre o telhado de uma residência próxima à casa da vítima no Bairro Argemiro Ortega, em Nova Andradina.

Conforme apurado no local pelo Nova News, o corpo de Vitor estava perto de uma antena parabólica existente no telhado de um imóvel e acabou sendo localizado por populares devido ao mal cheiro.

Cb image default
Corpo da criança estava próximo a esta antena parabólica em uma casa próxima à que ele morava – Imagem: Márcio Rogério / Nova News

Uma moradora do bairro teria sentido um odor forte vindo do telhado e pedido a um adolescente de 15 anos que verificasse do que se tratava. O rapaz subiu no local e acabou encontrado o corpo do garoto, que já estava em estado de decomposição.

A moradora da casa onde o garoto foi encontrado disse que viaja constantemente e que neste final de semana não estava no imóvel, pois havia ido para Dourados. Ela disse que chegou nesta segunda-feira (12) à noite e, apenas na manhã desta terça-feira (13) percebeu que havia algo estranho no telhado.

Assim que o corpo de Vitor Figueiredo Peixin foi encontrado, equipes do Corpo de Bombeiros, Polícias Civil, Polícia Militar e do Núcleo de Perícias foram acionadas para a realização dos procedimentos necessários.

Vídeo: Márcio Rogério / Nova News

O desaparecimento

Conforme a ocorrência policial 795/2018, o garoto desapareceu de sua casa localizada no Bairro Argemiro Ortega por volta das 08h de domingo (11). Pelo documento, o padrasto do garoto, um homem de 32 anos, afirmou que havia cortado o cabelo do menino, que tomou banho em seguida, com a intenção de ir até a casa da avó, comemorar o aniversário dela.

Após isso, foi a vez de o padrasto entrar no banheiro, momento em que um barulho foi ouvido no portão, sendo que, após isso, o menino não foi mais visto. Ainda segundo a ocorrência policial, a vítima estava com short xadrez na cor marrom e calçava um par de chinelos Havaianas.

Logo depois de constatar o sumiço da criança, familiares, parentes e amigos iniciaram a mobilização em busca de informações. A ocorrência junto à 1ª Delegacia e Polícia Civil de Nova Andradina foi registrada por volta das 17h de domingo (11).

Cb image default
Desaparecimento e morte do garoto Vitor Figueiredo Peixin, de 10 anos, gerou grande comoção nas redes sociais – Imagem: Reprodução / Facebook
(*Do Nova News)

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS