Decretada prisão preventiva de rapaz que matou o filho de 2 anos afogado em bacia

Ele passou por audiência de custódia na manhã desta sexta-feira (20).

 

Por G1 MS

A Justiça de Mato Grosso do Sul decretou a prisão preventiva de Evaldo Christyan Dias Zenteno, de 21 anos, que confessou ter matado o filho de 2 anos afogado em uma bacia. O crime aconteceu quinta-feira (19), em Campo Grande.

Evaldo foi preso na Santa Casa de Campo Grande, para onde levou o filho após o afogamento. Médicos desconfiaram da situação e chamaram a polícia. Inicialmente ele contou que a criança havia sido sequestrada, mas entrou em contradições e acabou confessando.

Segundo informações do boletim de ocorrência, na versão de Evaldo, ele queria se vingar de uma traição da ex-mulher, fazendo ela sofrer. Ele ligou para um amigo, contou da traição e este o orientou a matar o filho.

Ainda conforme as declarações de Evaldo à polícia, ele disse ao amigo que não tinha coragem de matar o filho e este falou que faria isso junto com outra pessoa. Evaldo então foi para casa e lá afogou a criança em uma bacia, a secou e depois a levou para o hospital.

Pai e filho juntos. (Foto: Redes Sociais)

AVÔ PRESO

O avó do menino também está preso. Segundo a polícia, ele foi flagrado enquanto estuprava duas crianças de 6 e 9 anos, no município de Aquidauana, região leste do estado. O crime ocorreu no dia 23 de junho de 2017 e as investigações apontaram que ele atraía as vítimas com doces e adesivos infantis.

O homem, de 53 anos, foi preso após denúncia. Ele estava seminu na ocasião e também foram apreendidas calcinhas, preservativos e DVD’s na casa dele. Entre os depoimentos, está o da vítima de 6 anos, que contou o fato dele ser obrigado a fazer sexo oral no suspeito, de acordo com a polícia.

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS