São bento 01

Câmara se torna protagonista e tira a prefeitura do noticiário

compartilhe:

Coluna De Olho – 14/08/2019 – Jornalista Alfredo Barbara Neto –

Usina Velha

Demorou um tempinho, mas o que se fazer com a Usina Velha de Dourados voltou ao debate. A antiga estrutura que resiste ao tempo tem fervorosos defensores. O local, no entanto, é pouco utilizado. Nos últimos anos, tem servido apenas para se tornar notícia sobre alguma benfeitoria de tempos e tempos. Mas, de concreto mesmo, nada acontece!

Estágios

Pesquisa realizada pela Companhia de Estágios mostra que 28% dos estudantes gastam mais da metade do orçamento com os estudos. Além disso, 29% afirmam que as mensalidades comprometem um terço da renda mensal. O levantamento intitulado como “O perfil do candidato a vaga de estágio – 2019” mostra também que 22,5% dos alunos têm os estudos pagos pelos familiares, já 16% dos entrevistados estudam em universidade pública, enquanto 13% são contemplados com bolsa integral.

Protagonista

A Câmara de Dourados definitivamente se tornou protagonista da política douradense neste ano. São fortes emoções por ela ventilada praticamente todos os dias.

Bem protagonista

O que vem acontecendo na Casa de Leis de Dourados ocupou tanto o noticiário que simplesmente encobriu a administração municipal. Os problemas enfrentados pela prefeita Délia Razuk (sem partido), incluindo buracos em ruas e avenidas, sumiram do noticiário.

Haja protagonista

Assim, todos os olhares se voltaram para o dia a dia do presidente Alan Guedes (DEM) e dos demais 18 vereadores, com alguns se destacando, evidentemente. E alguns com muita gente nem sabendo que existem.

O centro

E a terça-feira foi outro dia em que a Câmara de Dourados mais uma vez este ano se tornou o centro total das atenções políticas. Teve de tudo um pouco, começando pela tentativa da vereadora Daniela Hall (PSD) tentando emplacar uma CPI nas contas da saúde do município.

Novela

Também teve mais um ato na novela sobre a volta de Braz Melo ao cargo de vereador. Afastado pela justiça há quase um ano, ele agora aguarda com ansiedade o chamado para retornar ao cargo.

Douranews

O dia estava terminando quando o jornalista Clóvis de Oliveira, sempre competente, revelou no site ‘Douranews’ que os edis afastados Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB) ganharam o direito de retornar ao cargo.

2 presos

A volta dos dois foi uma decisão do próprio presidente do Tribunal de Justiça de MS. Pepa e Cirilo foram presos no final do ano passado. No primeiro semestre deste ano, tiveram os mandatos cassados pelo plenário da Câmara. Semanas depois, a justiça cancelou as sessões e ambos retomaram os direitos.

Outra volta

A decisão para que Pepa e Cirilo voltem ao cargo deve ser publicada hoje. Assim, estará aberta a possibilidade para que o ex-presidente Idenor Machado (PSDB) também retorne à Câmara Municipal de Dourados.

Cadeiras

Se tudo ocorrer nos próximos dias de acordo com o script dessa novela, é de se esperar que a próxima sessão ordinária, na segunda-feira que vem, proporcione uma verdadeira dança de cadeiras.

Sem cadeiras

Com a volta de Braz, Pepa, Cirilo e Idenor, deixarão a vereança, respectivamente, os suplentes Lia Nogueira (PR), Toninho Cruz (PSB), Marcelo Mourão (PRP) e Marinisa Mizoguchi (PSB).

CPI

Fora isso tudo, a Câmara ainda mantém em andamento uma comissão que pode cultimar com a perda do mandato do edil Júnior Rodrigues (PR). Os trabalhos estão em fase de elaboração do relatório final. Detalhe: o presidente da comissão é Marcelo Mourão, que pode ficar sem mandato nas próximas horas.

Fechado

O Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu ontem, por unanimidade, cassar a progressão prisional concedida a Alexandre Nardoni, condenado à pena de 30 anos de reclusão pelo homicídio, em 2008, de sua filha, Isabela Nardoni. Com a decisão, Nardoni terá de retornar ao regime fechado na Penitenciária 2 de Tremembé, no interior paulista.

Fechado mesmo

Segundo a Agência Brasil, Nardoni havia conseguido progressão prisional e estava em regime semi-aberto desde o final do mês de abril. Após a decisão inicial da Justiça de abrandar sua pena, o Ministério Público recorreu e obteve ontem decisão favorável no órgão colegiado do TJ.

Meio fechado

Alexandre Nardoni voltou ao noticiário nacional durante o final de semana passado porque foi beneficiado com a chamada ‘saidinha’ da prisão para passar justamente o Dia dos Pais em casa. As redes sociais não perdoaram.

Bem fechado

Alexandre Nardoni foi condenado à pena de 30 anos, dois meses e 20 dias de reclusão, em regime inicial fechado, por homicídio qualificado por meio cruel, mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, de sua filha Isabela Nardoni, de 5 anos. Sua esposa e madrasta da vítima, Ana Carolina Jatobá, também participou do crime e foi condenada a 26 anos e oito meses.

Leia também…

1- Cláudio Gaiofato é o novo secretário de Desenvolvimento Econômico de Dourados.

2- Berenice proíbe médico do HV de se reunir com vereadores.

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS