São Bento 03

Bronze de verão: há formas seguras de usar bronzeador?

compartilhe:

Com o objetivo de garantir a pele bronzeada durante o verão, algumas pessoas recorrem ao famoso bronzeador para conquistar o efeito. O resultado após a exposição solar pode até ser satisfatório, mas é saudável?

A dermatologista do Hospital Edmundo Vasconcelos, Márcia Grieco, responde as dúvidas mais frequentes sobre o tema:

 

  1. Bronzeador com proteção solar é recomendado?

Não. O uso do produto com ou sem proteção é contraindicado, de acordo com a médica, por ocasionar fotodano, ou seja, lesão na pele. Segundo ela, quando há fator de proteção é um número mínimo, o que não é capaz de exercer a função de escudo contra os raios solares.

 

  1. Combinar o uso do bronzeador com protetor solar é seguro?

O truque é ineficaz. Márcia Grieco explica que misturar os dois itens é uma ação contraditória, já que um tem a função de “queimar” a pele, e o outro de protegê-la. A médica ressalta que a técnica apenas vai anular o efeito desses produtos.

 

  1. Passar o bronzeador no rosto é perigoso?

O rosto nunca deve tomar sol, portanto, jamais receber bronzeador. Além de ser oleoso, podendo propiciar o aparecimento de espinhas e cravos, o cosmético vai queimar a pele produzindo manchas como melasma e sardas, sem falar no envelhecimento precoce da pele.

 

  1. Fórmulas caseiras são mais eficientes?

Não. O alerta é maior quando se trata de bronzeadores caseiros, de acordo com a dermatologista. Essas fórmulas podem causar queimaduras sérias a pele.

 

  1. Quais as dicas para aproveitar o verão de forma saudável?

Para aproveitar o verão de forma saudável, é importante tomar sol até às 10h ou após às 16h, como sugere a dermatologista. Outras dicas são: usar protetor com FPS 30 ou mais, reaplicando de 2 em 2 horas, usar boné, óculos, chapéu e roupas com FPS 50 sobretudo nas crianças, beber muita água e hidratar a pele após o banho. (Da Assessoria de Imprensa)

Foto: Reprodução

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS