Banner São Bento

Base de apoio à prefeita tenta substituir vereadores presos para a eleição da Mesa

compartilhe:

Com a prisão de Pedro Pepa (DEM) e Cirilo Ramão (MDB), os vereadores que formam a base de apoio à prefeita Délia Razuk (PR) na Câmara de Dourados entraram com pedido de substituição dos dois na chapa que concorre à eleição da Mesa Diretora.

A eleição está marcada para às 14 horas de amanhã (sexta-feira). Pepa é o candidato a presidente e Cirilo concorre ao cargo de segundo secretário da chapa inscrita na manhã de ontem. Eles foram presos no período da tarde, durante a Operação Cifra Negra.

No lugar de Pepa, o indicado é o vereador Alberto Alves dos Santos, o Bebeto (PR), e no lugar de Cirilo o indicado é o vereador Jânio Miguel (PR). O candidato a vice continua sendo Jünior Rodrigues (PR), líder da prefeita na Câmara e o primeiro secretário é Silas Zanata (PPS).

A presidente da Câmara, Daniela Hall (PSD), disse ao Diário MS que o documento protocolado na manhã desta quinta-feira foi encaminhado ao Departamento Jurídico e está aguardando um parecer.

O Diário MS conversou nesta manhã com ex-vereadores sobre o Regimento Interno da Câmara e todos ressaltaram que o mais provável que é o pedido de substituição de nomes seja indeferido. O prazo para inscrição de chapa é de 48 horas antes do início da sessão de votação.

A outra chapa na disputa, formada por vereadores independentes, tem o vereador Alan Guedes (DEM) como candidato a presidente da Mesa Diretora para o biênio 2019/2020.

Foto: Diário MS

Jeep

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS