Banner São Bento

Videomonitoramento e viatura reforçam segurança em Coronel Sapucaia

compartilhe:
Foto: CG News

CG NEWS

Situado na região de fronteira, Coronel Sapucaia recebeu do Governo do Estado investimentos para reforçar a segurança de seus 15.016 habitantes. Além de uma viatura entregue pelo Programa MS Mais Seguro, foram instaladas câmeras em pontos estratégicos das vias públicas para otimizar o trabalho policial.

Por intermédio da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), o videomonitoramento abrange oito municípios na região de fronteira. Assim como nas demais cidades, em Coronel Sapucaia o sistema tem a função de prevenir e identificar autores de crimes. Ele funciona tanto para coibir a criminalidade como instrumento para elucidar casos, ajudando na identificação dos autores.

A intenção do Estado com a iniciativa é combater a criminalidade com enfoque nos crimes relacionados ao tráfico internacional de drogas, armamentos e munições, que possuem altos índices na região de fronteira seca com o Paraguai e a Bolívia.

Investimentos estruturais também estão sendo feitos no município, como a construção de quatro pontes de concreto. A primeira delas, já em fase de conclusão, foi erguida sobre o Rio Jogui. A estrutura de 33 metros tem por objetivo colocar fim ao isolamento dos moradores da região durante o período das chuvas, como ocorreu em 2015. Outras duas serão erguidas sobre o Rio Igatemi e a terceira sobre o Boi Jaguá.

Na área de saneamento, está prevista a construção de duas estações de tratamento, uma de água e outra de esgoto, ampliando o fornecimento dos serviços da Empresa de Saneamento de Mato Grosso do Sul (Sanesul) à população. As intervenções contam com recursos e parceria da Fundação Nacional de Saúde (Funasa).

Em 2015, 22 unidades habitacionais foram entregues no Loteamento Mate Laranjeira. Outras 100 serão erguidas por meio do Programa Lote Urbanizado, realizando o sonho de uma centena de famílias que vivem pagando aluguel.

A obra é executada por meio da parceria do governo com a prefeitura, que doa o terreno, enquanto a gestão estadual constrói o alicerce das casas e as famílias terminam a construção. No final da obra, os imóveis estão quitados sem precisar passar por financiamento.

CORPAL

ZAP DIARIO MS

Lar do Idoso

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS