Banner São Bento

Raí está muito próximo de assumir a diretoria de futebol do São Paulo

compartilhe:
Foto: Gazeta Esportiva

GAZETA ESPORTIVA

Raí está prestes a se tornar o novo diretor executivo de futebol do São Paulo. Após a demissão de Vinicius Pinotti nesta quarta-feira, o ex-jogador e ídolo tricolor deverá aceitar o convite do presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, para assumir o cargo. Desta maneira, Raí será o oitavo profissional a exercer a função desde que o atual mandatário assumiu o controle do clube, em outubro de 2015.

Apesar de até então possuir um papel mais discreto, Raí já vinha trabalhando no São Paulo neste ano. O campeão mundial em 1992 compõe o Conselho de Administração tricolor e recebe R$ 5 mil a cada reunião que participa. Além dele, outros oito membros integram o órgão, entre eles o ex-presidente José Eduardo Mesquita Pimenta, opositor de Leco.

Em maio deste ano Raí e Juninho Pernambucano concluíram o Mestrado Executivo da Uefa para Jogadores Internacionais (MIP). O curso tem ênfase na área de gestão do futebol e exige que os participantes passem por sete etapas, cada uma com uma proposta e em uma cidade diferente (Nyon, Paris, Munique, Amsterdã, Barcelona, Nova York e Londres).

Raí voltaria a ter um cargo fixo no São Paulo após mais de uma década. Em 2002, ainda sob a gestão de Marcelo Portugal Gouvêa, o ex-jogador foi nomeado coordenador de futebol, entretanto, permaneceu por apenas três meses no cargo.

Homem forte do futebol tricolor, Vinicius Pinotti acabou pedindo demissão nesta quarta-feira depois de ter descoberto um suposto encontro entre Leco e diretores do Cruzeiro para conversarem a respeito de uma possível transferência de Lucas Pratto. Insatisfeito com a situação, o diretor executivo de futebol acabou optando por deixar o cargo.

Embora o vínculo de Pinotti com o clube tenha chegado ao fim, o São Paulo ainda terá de desembolsar uma boa quantia de dinheiro ao ex-diretor executivo de futebol. Pelo fato de ele ter emprestado R$ 20 milhões ao clube, R$ 14 milhões somente para a compra de Centurión, em 2015, o Tricolor terá de quitar sua dívida em parcelas que tem previsão para acabarem apenas em 2021.

A possibilidade de Raí assumir a diretoria de futebol do São Paulo está dividindo a torcida. Temendo que o ídolo do clube tenha o mesmo fim de Rogério Ceni, desafeto de Leco, muitos são-paulinos se mostraram contra a admissão do ex-camisa 10 tricolor. Como jogador do clube Raí conquistou o Campeonato Brasileiro de 1991, os Campeonatos Paulistas de 1989, 1991, 1992, 1998 e 2000, as Libertadores de 1992 e 1993, além do Mundial de Clubes de 1992. Agora, ele terá a missão de montar um time que consiga retomar as glórias no Morumbi.

CORPAL
Jeep
Luau Indaiá-SAFETY

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS