Banner São Bento

Professores param em frente ao carro do líder da prefeita na Câmara de Dourados

compartilhe:

Inferno na Vereança

O inferno astral dos vereadores Jânio Miguel (PR), Carlito do Gás (PEN) Junior Rodrigues (PR), Braz Melo (PSC), Bebeto (PDT), Cirilo Ramão (PMDB), Romualdo Ramim (PDT), Silas Zanata (PPS), Pedro Pepa (DEM), Juarez de Oliveira (PMDB), Idenor Machado (PSDB), Cido Medeiros (DEM) e Sérgio Nogueira (PSDB), que votaram a favor do projeto da prefeita Délia Razuk (PR) que suprimiu direitos dos professores, está longe de acabar.

 

Pressão na Câmara

Prova disso é que a sessão ordinária de ontem da Câmara Municipal de Dourados foi marcada por protestos contra os nobres representantes do povo. Apenas os vereadores Daniela Hall (PSD), Marçal Filho (PSDB), Madson Valente (DEM), Elias Ishy (PT), Alan Guedes (DEM) e Olavo Sul (PEN) foram preservados pelos professores.

 

Batucada Legislativa

Sobraram aparelhos de percussão na sessão ordinária de ontem na Câmara de Dourados e ao final dos trabalhos os professores foram para o portão de saída de veículos esperar o vereador Junior Rodrigues, fiel escudeiro da prefeita. Eles se posicionaram à frente do veículo do líder do Executivo no Legislativo e passaram a gritar palavras de ordem. Os vídeos viralizaram nos grupos de WhatsApp. Espia só!

 

Conselho Tutelar

Defensora ferrenha de um segundo Conselho Tutelar para Dourados ao longo dos 8 anos em que foi vereadora, a prefeita Délia Razuk (PR) agora está numa bifurcação: termina na próxima semana o prazo fixado pelo Ministério Público Estadual para que a chefe do Executivo Municipal dê posse aos novos conselheiros municipais e ative o Conselho Tutelar.

 

Tutelando o Conselho

O prazo para ativação do segundo Conselho Tutelar foi definido em reunião no dia 23 de outubro da qual participaram, entre outros agentes, a promotora de Justiça de Defesa da Criança e do Adolescente, Fabrícia Barbosa Lima, a secretária municipal de Assistência Social, Ledi Ferla, a coordenadora do Conselho Municipal de Defesa da Criança e do Adolescente, Cristina Fátima Pires Ávila Santana e conselheiros municipais.

 

Novos Conselheiros

Ficou definido que os novos conselheiros tutelares seriam nomeados e empossados em 10 dias úteis, mesmo prazo para o segundo Conselho Tutelar entrar em atividade. O novo órgão será denominado Conselho Tutelar Leste e terá um Fiat Palio, ano 2010, para atender as ocorrências. Agora vai.

 

Comandante Renato

A coluna informou ontem que Domingos Venturini tem sido sondado por lideranças partidárias do Estado para concorrer a uma cadeira na Assembleia Legislativa no ano que vem. De forma equivocada, este colunista escreveu que Domingos é conhecido como Comandante Domingos, quando, na verdade, seria Comandante Renato.

 

Proposta Analisada

O fato é que o professor universitário Domingos Renato Venturini, o Comandante Renato, que é piloto dos bons, tem dito que no momento anda mais preocupado em preparar as provas da P-2 da Unigran, onde leciona há muito tempo, do que em ser candidato. No entanto, ele não nega que anda seduzido pela possibilidade de debutar na política.

 

Ardidas

  • Depois que a auditoria do Tribunal de Contas do Estado na Rede Municipal de Ensino de Dourados apurou que entre todos os problemas encontrados pelos auditores o transporte escolar e a merenda dos alunos estavam dignos de elogios, a prefeitura deve usar esses dois setores como peças publicitárias. De fato, a qualidade da merenda escolar servida em Dourados figura entre as melhores de Mato Grosso do Sul e já é referência para o Mato Grosso do Sul.

 

  • Já o transporte escolar foi apontado pelos auditores do Tribunal de Contas do Estado como um dos mais modernos de Mato Grosso do Sul, com controle digital de frequência dos alunos e frota que faz frente à empregada por qualquer outra prefeitura do Estado. Em tempo: os dois serviços foram reformulados no governo Murilo Zauith (PSB) e melhorados na gestão Délia Razuk.

 

  • Por outro lado, a auditoria do Tribunal de Contas do Estado encontrou uma série de irregularidades na Secretaria Municipal de Educação de Dourados, a começar por servidores com salários pagos pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e trabalhando em outros órgãos que nada têm a ver com educação.

 

  • A conselheira Marisa Serrado, garantiu que nos próximos dias o TCE vai divulgar a lista com os nomes, cargos, funções e salários dos servidores que estão nessa situação. Outros problemas como falta de estrutura em diversas escolas municipais também foram apontados no relatório elaborado pelos fiscais do Tribunal de Contas do Estado.

 

CORPAL

Luau Indaiá

PMD REFIS

Luau Indaiá

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS