Diário MS
Get Adobe Flash player

PRF abre hoje Operação Semana Santa

FOCO | Ações levam em conta dados de comportamento dos motoristas e características dos acidentes graves

DIVULGAÇÃO

De hoje até a meia-noite de domingo, POLICIAIS RODOVIÁRIOS FEDERAIS reforçarão a fiscalização nos trechos com maiores índices de acidentes e crimes, de acordo com estatísticas do órgão

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) abre hoje a Operação Semana Santa com reforço do policiamento nas rodovias federais do País. As ações terão início à 00h desta quinta-feira e vão até às 23h59 de domingo (16). Durante este período, policiais rodoviários federais reforçarão a fiscalização nos trechos com maiores índices de acidentes e crimes, de acordo com estatísticas do Órgão.

A operação visa, além da diminuição do número e letalidade dos acidentes, garantir segurança e fluidez do trânsito aos usuários das rodovias federais e contará com atividades para diminuir a incidência de acidentes relacionados ao excesso de velocidade, à alcoolemia ao volante, ao uso inadequado do cinto de segurança e às ultrapassagens indevidas. Também serão realizadas ações operacionais direcionadas para o combate à criminalidade.

Os planejamentos para as ações da PRF fazem parte da Década de Ação pela Segurança no Trânsito 2011 – 2020, lançada pela OU (Organização das Nações Unidas) e que o Brasil se comprometeu a adotar medidas para reduzir a violência no trânsito. O Brasil, assim como os demais países signatários das medidas da ONU, estipulou uma meta de redução de 50% das mortes no trânsito na década 2011-2020.

O planejamento das ações da PRF nesta Operação Semana Santa levaram em consideração a análise de dados estatísticos com foco no comportamento dos motoristas e nas características dos acidentes graves, ou seja, acidentes que resultem em vítima fatal ou vítimas ferida gravemente. A análise permitirá a otimização dos recursos humanos e materiais da instituição, focando a fiscalização em pontos e horários críticos para coibir comportamentos de risco como: ultrapassagens indevidas, excesso de velocidade e a mistura fatal de álcool e direção.

FISCALIZAÇÃO

Durante os quatro dias de operação, a PRF fará fiscalizações de motocicletas, com foco nas infrações que potencializam a ocorrência de acidentes e sua gravidade como uso e regularidade do capacete, equipamentos obrigatórios, sistema de iluminação e habilitação.

Policiais rodoviários federais também reforçarão as fiscalizações de ultrapassagens forçadas ou proibidas, além de conferir se os motoristas estão utilizando o cinto de segurança e os dispositivos adequados para o transporte seguro de crianças.

EDUCAÇÃO PARA O TRÂNSITO

Além do patrulhamento ostensivo, a PRF também promoverá ações educativas buscando sensibilizar motoristas e passageiros de seus papéis na construção de um trânsito mais seguro. Em alguns postos, o condutor será convidado a assistir a vídeos que mostram comportamentos inadequados no trânsito e as consequências dessas condutas. Os motoristas têm a oportunidade de fazer uma reflexão sobre suas atitudes e assimilar novos hábitos.

No Mato Grosso do Sul as fiscalizações serão realizadas prioritariamente em rondas ostensivas, com fiscalizações volantes em turnos de 24horas ininterruptos. Policiais trabalharão em escala diferenciada para garantir aumento das fiscalizações, inclusive com emprego de Policiais Rodoviários Federais que exercem atividades administrativas.

Todas 22 Unidades Operacionais da PRF em Mato Grosso do Sul realizarão fiscalizações com radares fotográficos, etilômetros (bafômetros), patrulhamentos e abordagens, inclusive educativas, nos mais de 3670 (três mil seiscentos e setenta) quilômetros de rodovias federais no Mato Grosso do Sul.

Emergências nas rodovias federais devem ser informadas à PRF através do telefone de emergência 191, cuja ligação é gratuita e pode ser realizada em todo país.