Banner São Bento

Polícia aguarda laudos para concluir investigação sobre atropelamento de idosa

compartilhe:
O atropelamento aconteceu na avenida José Nogueira Vieira, no dia 13 de setembro (Foto: André Bittar)

CG NEWS

A Polícia Civil aguarda apenas os laudos periciais para concluir o inquérito que investiga a morte da idosa Verônica Fernandes, de 91 anos, atropelada no dia 13 de setembro por Cirlene Lelis Robalinho, de 48 anos, mulher do procurador de justiça Gilberto Robalinho da Silva.

Cirlene atropelou a idoso depois de perder o controle da direção e invadir a calçada da Avenida José Nogueira Vieira, esquina com a Maria do Carmo Ferro. Segundo a delegada Célia Maria, da 4ª Delegacia de Polícia Civil, todos as testemunhas do crime e a própria autora já foram ouvidas. “Só estou esperando os laudos ficarem prontos para concluir o caso”, afirmou. Sem entrar em detalhes, a delegada afirmou que só com os laudos em mãos vai “decidir o que fazer”.

O caso também é investigado pelo Ministério Público de Mato Grosso do Sul e pela Polícia Militar, que apuraram, respectivamente, as condutas do procurador de Justiça Gilberto Robalinho da Silva e de dois policiais militares que estavam com ele.

No dia do crime, o veículo Fiat Uno, conduzido por Cirlene Lelis, foi retirado do local antes que a perícia fosse feita. A equipe de reportagem do Campo Grande News presenciou o momento que o procurador de Justiça, ordenou a um dos homens que estava com ele, que retirasse o veículo, antes mesmo da chegada da equipe do BPTran (Batalhão da Polícia Militar de Trânsito).

A reportagem entrou em contato com a assessoria de comunicação do Ministério Público, que afirmou apenas que o caso segue em investigação.

O acidente – O acidente aconteceu por volta das 13h do dia 13 de setembro, na avenida José Nogueira Vieira, esquina com a Maria do Carmo Ferro, Bairro Dalva de Oliveira – região leste de Campo Grande.

De acordo com informações de testemunhas, três pessoas, incluindo a idosa, estavam caminhando pela calçada, quando um carro desgovernado atropelou a vítima e a arrastou por alguns metros. Verônica morreu na hora.

O marido da motorista responsável sustentou no local do acidente que a mulher passou mal ao volante, e ela chegou a ser socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas testemunhas disseram que ela estava no celular.

CORPAL

ZAP DIARIO MS

Lar do Idoso

WHATSAPP DIÁRIO

Logo whatsapp Diario MS