Diário MS
Get Adobe Flash player

“Novo Mundo” é aposta da Rede Globo para atrair o público jovem da internet

NOVELA DE ÉPOCA com problemas atuais, trama das 6 escrita por Thereza Falcão e Alessandro Marson contará a história do Brasil de um jeito diferente, com ares de “Piratas do Caribe” e muitas aventuras no mar

Divulgação

Isabelle Drummond, Chay Suede, Caio Castro e Letícia Colin são os protagonistas de “Novo Mundo”, unindo personagens fictícios e personalidades histórias

Divul

FOLHETIM mostrará o período da história em que o Brasil deixou de ser colônia e tornou-se um Reino Unido com Portugal

Divulgação

SUPER PRODUÇÃO de época tem como objetivo trazer uma reflexão sobre o atual cenário político do Brasil

Príncipes, princesas, piratas, viagem a navio, lutas de espada… Todos esses elementos dignos de aventuras épicas estão em “Novo Mundo”, nova novela das seis da Rede Globo, que estreou ontem (22). Para retratar o cenário do Brasil no início do século XIX, entre os anos de 1817 e 1822, os autores Thereza Falcão e Alessandro Marson, apostaram na aventura do amor jovem para atrair a atenção do público teen. Com Chay Suede, Caio Castro, Isabelle Drummond e Letícia Colin no elenco, a novela tem como objetivo trazer uma reflexão sobre o atual cenário político do Brasil.

 

“Queríamos contar uma história que tivesse algum otimismo neste momento tão complicado do país. A gente não vê muita saída atualmente e quer retratar um pouco desse país que foi criado para dar certo. A novela vai mostrar antigos problemas, mas que, por analogia, podem ser comparados com os dias de hoje. Quando Dom Pedro descobre que o Brasil está falido, ele toma várias medidas e uma delas é cortar o próprio salário e os gastos dos ministros. Hoje, com o Rio de janeiro falido, quais são as propostas?”, questiona Marson. “A história sempre tem pontos de contato com a atualidade e acho que nos interessa contar uma história de ontem com foco no hoje. ‘Novo Mundo’ fala de mobilização, tanto de anônimos quanto da nobreza, e é um pouco do que a gente precisa fazer para criar um novo Brasil neste momento”, acredita Marson.

Na opinião de Thereza Falcão, a novela visa resgatar a autoestima dos brasileiros. “Naquele momento da história, a família real, confidentes, amigos e pessoas de fora do país estão vindo para o Brasil para formar uma nova nação. É o quando o Brasil se firma para buscar a  independência e dá aquela virada na consciência popular. O objetivo é mostrar a participação dos populares, que é muito importante também. Tem uma frase do Padre Olímpio que resume bem: ‘O Brasil precisa de governantes que amem o seu país’. E é exatamente isso que precisamos hoje”, afirma Thereza.

Antes de “Novo Mundo”, os autores foram colaboradores de nomes como João Emanuel Carneiro, Duca Rachid e Thelma Guedes.

 

A TRAMA

O folhetim vai mostrar o período da história em que o Brasil deixou de ser colônia e tornou-se um Reino Unido com Portugal. A novela começou com a vinda da arquiduquesa austríaca Leopoldina (Leticia Colin) para se casar com Dom Pedro (Caio Castro).

“Nossa proposta sempre foi fazer uma aventura romântica, no estilo capa e espada”, explica Thereza. Na primeira semana de “Novo Mundo”, a história vai girar basicamente em torno da viagem de Leopoldina ao Brasil. “É como se fosse um pequeno filme sobre isso”, adianta a autora.

 

MUITA AÇÃO

“Piratas do Caribe” serviu de inspiração para uma trama de “Novo Mundo”. É que a novela terá piratas, que vão atacar a nau com Leopoldina durante a vinda ao Brasil. “A presença deles na história traz uma força impressionante. Todo mundo vai ao nosso estúdio dar uma espiada neles”, conta Coimbra.

Antes que critiquem, Thereza Falcão explica que há embasamento histórico nisso: “Havia piratas naquela época, eles atacavam muito a região de Recife (PE). Como trouxemos os piratas, é natural que numa novela a gente dê uma glamourizada neles, com um visual mais ‘Piratas do Caribe’, que é mais divertido. E o Leopoldo Pacheco está fazendo muito bem, de forma maravilhosa”, elogia a autora, citando o ator que interpreta o malvado Fred Sem Alma.

As cenas com os piratas prometem muita ação e o autor Alessandro Marson dá uma dica: “Fazer uma novela de aventura precisa de cenas de ação. O capítulo cinco será inteiro numa cena de ação. Estamos num grau de realização muito bom”.

 

ROMANCE

Mas, por se tratar de uma novela das seis, claro que “Novo Mundo” também terá muito romance. Leopoldina enfrentará um casamento com Dom Pedro marcado pelas traições do marido. A situação vai piorar quando ele se apaixonar fulminantemente por Domitila, a Marquesa de Santos (Agatha Moreira).

Outro casal importante é interpretado por Isabelle Drummond e Chay Suede. Ela vive a escritora inglesa Anna Millman, contratada por Leopoldina para lhe ensinar português. Já ele dá vida ao ator Joaquim. Os dois se conhecem na viagem da arquiduquesa ao Brasil e se apaixonam.