• Início
  • Notícias
  • Botafogo vai à Justiça para barrar partida de segunda-feira e jogar em julho

Botafogo vai à Justiça para barrar partida de segunda-feira e jogar em julho

Como prometido, o Botafogo apelou à Justiça para não ir a campo contra a Cabofriense, na próxima segunda-feira, em data programada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) para a volta dos times ao Campeonato Carioca.
O departamento jurídico do clube entrou com uma ação no Tribunal de Justiça Desportiva do Rio de Janeiro (TJD-RJ) nesta quinta-feira, pedindo para jogar apenas a partir de 1º de julho.
A informação foi divulgada inicialmente pela Rádio Tupi, do Rio de Janeiro, e confirmada à ESPN por Carlos Augusto Montenegro, hoje membro do comitê gestor do Botafogo.
Na ação, o clube pede que as duas rodadas que restam da Taça Rio aconteçam nos dias 1º e 4 de julho, sugestão feita na reunião com a Ferj, entre segunda e terça-feiras desta semana. Os dirigentes aguardam a análise e a resposta do TJD.
Em paralelo a isso, o Botafogo prepara o retorno de elenco e comissão técnica aos treinos para o próximo sábado. Assim, teria 11 dias de atividades até retornar na data que prefere.
Montenegro já havia garantido que o Botafogo não jogaria na data marcada pela Ferj. Com a insistência da entidade em divulgar o calendário, o clube cogita até mesmo deixar o Campeonato Carioca, caso as partidas não sejam transferidas.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados