• Início
  • Notícias
  • Após Bonner noticiar invasão, Renata Vasconcellos pede paz e emociona público

Após Bonner noticiar invasão, Renata Vasconcellos pede paz e emociona público

Nesta quarta-feira (10), a sede da Globo, no Rio de Janeiro, foi invadida por um homem armado com uma faca, que fez de refém a jornalista Marina Araújo, exigindo falar com Renata Vasconcellos. O agressor foi imobilizado e, na edição do "Jornal Nacional", os apresentadores comentaram o episódio.
“Ao longo da tarde, a notícia correu e nós recebemos muitas mensagens de apoio. Agradecemos todas as manifestações de solidariedade de autoridades, de colegas e do público. E agradecemos muito. Foi um susto enorme, mas recebemos aqui na redação as duas colegas sãs e salvas”, explicou William Bonner.
“É isso, vida que segue. Desejo a todos paz”, finalizou Renata. A jornalista completou 48 anos de vida nesta quarta-feira e o aniversário foi citado pelo invasor na ameaça.
Invasão na Globo
O crime ocorreu durante a tarde e a Globo acionou a polícia militar para isolar a área. Enquanto negociava com a polícia, o invasor, que segundo Bonner estava claramente perturbado, exigiu a presença de Renata Vasconcellos, repetindo o tempo todo que era aniversário dela.
Seguindo as instruções da polícia, Renata foi ao local. Assim que o agressor a viu, soltou a arma, libertou a refém e foi preso, sem maior confrontos. No "Jornal", Bonner ainda agradeceu à polícia pelo atendimento. “Agradecemos, também, claro, a ação impecável da Polícia Militar na proteção delas”, disse o apresentador.
Reações
Na internet, o episódio chocou o público. Além das diversas manifestações de repúdio ao crime e a ataques à imprensa, muitas pessoas se comoveram com a declaração e se solidarizaram com Renata

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados