Retiradas da poupança somam R$18,15 bilhões em janeiro

Segundo a Anbima, esse resultado é o maior registrado desde o início da série histórica, em 1995
 
De acordo com a Associação Brasileira dos Mercados Financeiros e de Capitais (Anbima), a classe média brasileira deixa cerca de 70% do seu dinheiro aplicado na poupança. Ainda de acordo com dados da Anbima, em dezembro de 2020 havia R$3,7 trilhões investidos em bancos e corretoras, nas modalidades de poupança, renda fixa, ações, fundos e outros tipos de investimentos.
 
Esse total fez parte do recorde de captação de recursos em investimentos que ocorreu em 2020. No entanto, ao mesmo passo, a poupança – considerada a aplicação financeira mais tradicional entre os brasileiros – iniciou 2021 com forte retirada. Em janeiro, os investidores retiraram um total de R$18,15 bilhões a mais do que depositaram, de acordo com o Banco Central (BC).
 
Esse resultado é o maior registrado desde o início da série histórica, em 1995. Em janeiro de 2020, os brasileiros tinham sacado R$12,36 bilhões a mais do que tinham depositado. De forma geral e tradicional, o primeiro mês do ano é marcado por retiradas expressivas de recursos da caderneta de poupança. A justificativa para esse tipo de movimento são os encargos do início de ano, como pagamento de impostos e despesas como material escolar, além do parcelamentos das compras de Natal.
 
Por que tirar seu dinheiro da poupança de uma vez?
 
No ano passado, a poupança captou mais de R$166 bilhões em recursos, isto é, o maior valor anual da série histórica. O pagamento do auxílio emergencial e as instabilidades no mercado de títulos públicos foram os grandes responsáveis por atraírem o interesse na poupança, mesmo com a aplicação rendendo menos que a inflação.
 
Embora seja a aplicação financeira mais famosa do Brasil, a poupança já não é mais tão vantajosa como foi na década de 90, quando rendia 14% ao ano. Com a queda da taxa Selic, a poupança representa uma das rentabilidades mais baixas entre os investimentos de renda fixa.
Portanto, se entende que a poupança não é mais para o seu dinheiro e o seu momento, e procura um investimento seguro, as opções em renda fixa, como Certificados de Depósito Bancário, oferecido por diversos bancos, Tesouro Direto, Letra de Crédito Imobiliário (LCI) e Letra de Crédito do Agronegócio (LCA) são ótimas oportunidades a serem consideradas.

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados