• Início
  • Notícias
  • Chapecoense perde jogo em Ponta Grossa e chance de vantagem pelo título

Chapecoense, de Alan Ruschel, precisa vencer na última rodada e torcer por tropeço do América

Chapecoense perde jogo em Ponta Grossa e chance de vantagem pelo título

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Twitter Oficial/Chapecoense
Operário fez 2 a 0 em casa, gols de Fábio Alemão e Rafael Oller, um em cada tempo
 
A Chapecoense-SC perdeu uma grande chance de chegar na última rodada da Série B do Campeonato Brasileiro com a mão na taça. Na sequência da 37ª rodada, nesta segunda-feira (25), a Chape foi à Ponta Grossa e foi batida pelo Operário-PR por 2 a 0, gols de Fábio Alemão e Rafael Oller, um em cada tempo. 
 
A derrota impediu que o time catarinense abrisse três pontos de vantagem sobre o América-MG e dependesse apenas de um empate na última rodada para ser campeão. Os dois times estão com 70 pontos, mas o Coelho leva uma pequena vantagem no número de gols marcados – 41 a 39.  Na última rodada, o América recebe o Avaí-SC, que ainda sonha com o acesso, e a Chape joga contra o Confiança-SE, também em casa.
 
O Jogo
 
O duelo começou com a Chapecoense controlando as ações, mas com dificuldades para encontrar os espaços. As melhores oportunidades da equipe catarinense vieram principalmente pelo alto. Do outro lado, o Operário viu a solução dos problemas sair do banco de reservas. Com pouco mais de um minuto dentro de campo, Fábio Alemão tabelou com Ricardo Bueno e bateu cruzado para abrir a contagem no Germano Krüger, aos 21. O gol animou os donos da casa que ainda tiveram a chance do segundo em finalização de Marcelo, mas João Ricardo salvou a Chape.
 
Mantendo o ritmo da segunda metade do primeiro tempo, o Fantasma precisou de apenas uma oportunidade para ampliar o marcador na etapa final. Logo aos três minutos, em contra-ataque de almanaque, Thomaz saiu em velocidade e tocou para Rafael Oller estufar as redes e ampliar para 2 a 0. Na sequência, Thomaz apareceu de novo para o Operário, dessa vez arriscando o chute, mas viu a bola passar rente à meta adversária. Com boa vantagem, o time da casa passou a cadenciar o ritmo da partida. Enquanto a Chapecoense, precisando de um gol para se manter na liderança, foi para cima, mas não conseguiu furar o bloqueio paranaense. 
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados