• Início
  • Notícias
  • Finalistas da Libertadores, Santos e Palmeiras são derrotados no Brasileirão

Ceará foi mais efetivo no primeiro tempo para garantir vitória sobre o Palmeiras

Finalistas da Libertadores, Santos e Palmeiras são derrotados no Brasileirão

Por Rogério Vidmantas
Imagem: Agência Palmeiras
Peixe levou virada do Goiás em jogo de sete gols e Verdão perdeu para o Ceará
 
A decisão da Copa Libertadores entre Santos e Palmeiras acontece no próximo sábado (30), no Rio de Janeiro, mas os dois times seguem jogando pelo Campeonato Brasileira. A proximidade da final histórica, porém, faz com que a concentração na competição nacional não seja a ideal e o domingo foi de derrota para os dois times. O Verdão, com um time cheio de reservas, foi batido pelo Ceará-CE por 2 a 1 e praticamente acaba com possibilidade de título. Já o Peixe, em um jogo movimentado, abriu 2 a 0 sobre o Goiás-GO, mas levou virada no segundo tempo e perdeu por 4 a 3 (veja abaixo).
 
Fortaleza
 
Na Arena Castelão, Ceará e Palmeiras fizeram jogo com gols apenas no primeiro tempo. O Ceará, com uma campanha consistente, segurou as investidas do Palmeiras no início da partida e abriu o placar aos nove minutos do primeiro tempo. Fernando Sobral lançou a bola do meio-campo, Gustavo Escarpa ficou com ela pela esquerda, mas acabou escorregando e deixando Lima roubar a bola. O meia invadiu a área e chutou de perna esquerda para fazer 1 a 0. 
 
O confronto seguiu com chances para os dois lados, mas o Vozão foi quem ampliou. Aos 28, Patrick de Paula derrubou Léo Chú na área, e Vina cobrou pênalti no canto direito de Jaílson para aumentar a vantagem do time cearense. O Verdão não demorou para descontar. Na marca dos 32, Lucas Lima deu boa assistência para Gabriel Veron, que invadiu a área e finalizou na saída de Richard. O Palmeiras até foi melhor no segundo tempo, mas não conseguiu evitar a derrota por 2 a 1.
 
Com o resultado, o Ceará chegou a 45 pontos, no oitavo lugar da tabela, seis pontos atrás do Verdão, com 51, que ocupa a quinta posição, e do Grêmio, que fecham a zona de classificação para Libertadores.
 
Santos
 
Na Vila Belmiro, o técnico Cuca, do Santos, optou por escalar o time que, provavelmente, começa a decisão da Libertadores e abriu vantagem sobre o Goiás no primeiro tempo. Aos sete minutos, Lucas Braga aproveitou cruzamento de Diego Pituca e colocou o Peixe na frente.  Aos 37, Lucas Braga recebeu pelo alto, se livrou da marcação e ajeitou para Kaio Jorge empurrar para as redes e fazer 2 a 0.
 
O Goiás voltou com postura muito mais ofensiva para o segundo tempo e empatou a partida em 15 minutos. Após cobrança de escanteio da direita, aos oito, Rafael Moura aproveitou desviou e finalizou forte para marcar. Depois, aos 14, Shaylon cobrou escanteio, e David Duarte cabeceou para igualar em 2 a 2.
 
Sem esboçar força para reagir, o Santos viu o Esmeraldino virar e ainda ampliar a vantagem. Aos 30, Fernandão cobrou pênalti e fez o terceiro. Um minuto depois, Rafael Moura marcou o quarto em bela finalização por cobertura. O Peixe chegou a descontar aos 41, em pênalti cobrado por Marinho, mas o time goiano segurou a vitória por 4 a 3 até o apito final.
 
A vitória levou o Esmeraldino a 29 pontos, mas não alivia muito a situação dos goianos, agora na 18º lugar – o primeiro time fora da zona de rebaixamento é o Fortaleza, com 35. O Peixe segue com 45 e desceu para a décima posição.
 

Faça um comentário

Último boletim da Prefeitura de Dourados